segunda-feira, setembro 06, 2021

Quem lucra com a dilaceração da alma nacional

Quia bono? A quem aproveita o crime? 

Quem lucra com a dilaceração da alma nacional num confronto vil de todos os egoismos e de todas as inconsciências? As pesquisas de opinião respondem que, de todos os brasileiros, o único que não tem medo de ser feliz já ganhou quarenta por cento das intenções de voto para a Presidência.

Poderia ser uma coincidência, o efeito acidental de uma conjuntura. Mas, recuando em busca de suas raízes, vemos que esse efeito foi longamente desejado e meticulosamente preparado pela mais hábil e talentosa geração de intelectuais ativistas já nascida neste país. A geração que, derrotada pela ditadura militar, abandonou os sonhos de chegar ao poder pela luta armada e se dedicou, em silêncio, a uma revisão de sua estratégia, à luz dos ensinamentos de Antonio Gramsci. O que Gramsci lhe ensinou foi abdicar doo radicalismo ostensivo para ampliar a margem de alianças; foi renunciar à pureza dos esquemas ideológicos aparentes para ganhar eficiência na arte de aliciar e comprometer; foi recuar do combate político direto para a zona mais profunda da sabotagem psicológica. Com Gramsci ela aprendeu que uma revolução da mente deve preceder a revolução política; que é mais importante solapar as bases morais e culturais do adversário do que ganhar votos; que um colaborador inconsciente e sem compromisso, de cujas ações o partido jamais possa ser responsabilizado, vale mais que mil militantes inscritos. Com Gramsci ela aprendeu uma estratégia tão vasta em sua abrangência, tão sutil em seus meios, tão complexa de ação, que é praticamente impossível o adversário mesmo não acabar colaborando com ela de algum modo, tecendo, como profetizou Lênin, a corda com que será enforcado.

Trecho do Prefácio à segunda edição do livro de Olavo de Carvalho, "A Nova Era e A Revolução Cultural, Fritjof Capra & Antonio Gramsci", 4a edição, VIDE Editorial , julho de 2014.

segunda-feira, agosto 09, 2021

A interferência do STF/TSE nos demais poderes

 Acompanhando os fatos sobre a interferência do STF/TSE nos demais poderes, que estão chocando os brasileiros que se ocupam da realidade do país e das coisas da política, quero compartilhar algo muito importante, chegado de maneira digamos pouco surpreendente, o que vou apresentar não como uma teoria da conspiração ou como uma ficção de quinta categoria, mesmo porque antes quero evitar ser bloqueado nessa joça, que ao meu ver ainda serve para alguma coisa. Para bom entendedor, meia palavra basta, o que fiz com mais de meia. O que seria um simples compartilhamento, que poderia sair com de erros de digitação, de sintaxe que alegamos coisa do corretor automático (sic), e até pela ação de "dedos gagos", resolvi compilar refazendo partes do texto original procurando dar o recado bem desenhado. Acho que consequi. Aqui vai... um quase textão!

"BOMBA! O RESULTADO DA REUNIÃO DO DIRETOR DA INTELIGÊNCIA AMERICANA COM O PR
Daniel articula no exterior dinheiro para pagar propina para os deputados e senadores para não aprovar o voto auditável. Segundo fontes o valor será de vários milhões para cada um dos deputados e senadores que toparem o esquema.
Segundo as postagens, a fonte é certíssima, fidedigna.
O codinome "Daniel" é do Zé Dirceu, e o codinome "Imperador" é o do Molusco, o nove dedos. O Daniel está chantageando o ministro Boca de Veludo, que já antes de ser ministro do Supremo frequentava festas de orgias com menores, o Daniel tem vídeos da época, e está chantageando o Boca de Veludo, que anda fazendo lobby no Congresso contra o #VotoImpressoAuditavel. E já do ministro Cabeçade Ovo, o Daniel tem vídeos e fotos dele negociando com traficantes do PCC, foram os próprios traficantes que entregaram os vídeos para o Daniel.
CONFISSÕES DE VÁRIOS CRIMES - TUDO GRAVADO
A Inteligência Americana quem grampeou o WhatsApp de "gente da oposição";
Um deputado fujão (Jean Wyllys) foi quem forjou visita do matador (Adélio Bispo) à Câmara dos Deputados no dia do atentado ao PR;
Falam em novo atentado para matar o PR;
Até os pilantras do PSOL Kids (MBL) receberam propina; o dinheiro já foi entregue para os "meninos" que se dizem liberais.
Confirmam que "Daniel" é o mentor do golpe; e dizem que o PR só vai soltar o vídeo mais tarde "porque ele é esperto";
Confessam que o dinheiro vem da China para "comprar" deputados que estejam a favor do voto impresso.
Quem grampeou sabe de quem é a conta do WhatsApp, portanto, não há mistério. O PR tem TUDO nas mãos. Quando quiser, pode usar o artigo 142 e botar todo mundo na cadeia, começando pelos togados ativistas; pois há:
a) A confissão de propina da China;
b) O plano para matar o PR; e
c) A compra de votos contra o "voto impresso auditável";
São crimes que ferem a Constituição como crime de lesa-pátria, sujeito à severa punição.
Sem contar que confessam abertamente que dependem da fraude nas urnas para derrubar o PR. Só falta tomar as providências para debelar o golpe. Com tais confissões, não há como os semi deuses do Supremo impor eleição sem voto impresso auditável.

sábado, agosto 07, 2021

Sistema e urnas violados "pero no mucho"

 O passeio do hacker (insider job)

Pode parecer reducionista, mas a frase "dê a um homem uma arma, e ele rouba um banco, dê um banco e ele rouba o mundo", expressa uma realidade experimentada por milhões de brasileiros durante décadas, na qual ainda duram muitos corações, duros, que também pertencem à ela todos aqueles que por entrega ideológica militam o caos e carregam junto uma bolha de incautos e inocentes úteis, uma bolha que não explodiu de todo, rasgou-se e vem derretendo desde 2016 e agoniza nos meses dessa pandemia.
Aqueles que, se ainda não caíram dela por desgosto, decepção, vício ou morte, estão acordando jogados no limbo da ilusão e da hipocrisia, agarrados a sofreguidão, duvidando da má sorte, muitos teimando em querer permanecer naquele útero doente da utopia, agora uma crença desmantelada por uma sociedade assustada frente aos desafios históricos de nosso estado democrático de direito. O primeiro toque de mensageiros do pensamento livre bateu à porta da democracia, desdenhada, cobrou o atraso das mudanças, necessárias, e sem maneiras de interpretação desenhou, apresentou a real Constituição aos olhos da população, onde se lê "todo poder emana do povo", cansada, resiliente aos abusos de poder, iletrados, abandonada à sorte manipulada há anos, presa à impotência por uma organização de criminosos.
O tempo ajudou a desmantelar as cascas que encobriam os esqueletos no armário, os esquemas do mecanismo, era tanta desinformação controlada, a burla era o normal, a moral e a liberdade de expressão cerceada, o pavor de serem descobertos, e com isso levar a todos à prisão mantinha a todos na boquinha calados, e a desconfiança, a mentira imperativa era a senha aceita até pelos letrados arrogantes no seu status.
Porém, onde se buscava o inviolável abriu-se o buraco de Pandora, a engenharia bruta do sistema não suportou o inexorável, viu vazar o caldo da informação, a resistência não foi suficiente para sustentar o esquema fraturado, burlar as leis, torcer os fatos era o que restava, sofreu exposição e o ímpeto da invasão ao código soou o alarme, produzindo o inevitável. O documento solicitado à Federal descrevia todo o processo negado pelo ministro boca de veludo, e o Presidente revelou para a imprensa a gravidade dos fatos, o que noutro momento de desvelo os togados não revelaram para não serem pegos autorizando um terceirizado a apagar as pistas do possível insider job, no linguajar técnico, mandaram deletar o Log do passeio do hacker no coração da Justiça.

sexta-feira, agosto 06, 2021

Nossa bandeira nos representa

 Eu não tenho vergonha nem receio de hastear minha, nossa bandeira. Se você tem algum preconceito de quem a segura, empunha com honra gentilmente sabendo seu significado, e você rotula o cidadão, seja de bolsonarista, de direita, gado, o traduz politicamente de forma negativa, um brasileiro que leva nas mãos um símbolo da nação, e daí como se fosse um inimigo, um adversário o faz de pária, me parece uma grande limitação, um erro elementar, pense... se isso acontece é porque sua mente, seu coração, foram tomados, desfigurados, corrompidos, e há um motivo, mesmo que o desconheça.

Não há apenas, se você quer dividir em atores em direita e esquerda, nessa guerra ideológica só dois padrões de comportamento, viu doutores! O que existe também são pessoas, gente, milhões que não esquece dos fatos, da busca da verdade, de pensar no mundo como ele nos apresenta os sinais, grita por melhorias e com razão, nós mudamos e o mundo se transforma junto, e é ocupado por novas ideias, independente das antigas teorias, das utopias ditas libertadoras, progressistas, que mostram sua verdadeira face, destrutiva, na política, no discurso, que esvaziou-se na prova das ruas.

Ser conservador, amar a família, defender seu país, cuidar da sua terra e valores, ter a percepção que há culturas e costumes, diversidades, intelectual, essencial, natural, que devemos considerar na prática, a moral e a ética, sermos valorizados por nossa humanidade em todos os aspectos, antes de qualquer divergência.

Lembre-se, há mais substrato na busca da sabedoria, que enxerga a essência humana, do que na incompetência de ideologias que carrega velhos preconceitos.



A educação, a língua, a linguagem

 A educação, a língua, a linguagem

Dados do Instituto Paulo Montenegro de 2018 mostram que somente 12% da população brasileira possui proficiência no uso da linguagem, e que o contingente de analfabetos dobrou no período de 2016-2018, coisa impressionante; os 88% restantes são, a maioria deles, incapazes de organizar o raciocínio, juntar ideias, refletir e elaborar um texto contando sua história e realidade realizando atividades e tarefas dentro de padrões profissionais, técnicos, de médio e baixo requisitos. Segundo o painel onde encontramos os dados sobre o domínio da língua entre os brasileiros, 8% são analfabetos, 22% rudimentar, 34% possui domínio elementar, 24% intermediário e os de formação universitária, grupo contido nos 12% de proficiência da língua, que poderia ter o privilégio de poder refletir e interpretar a realidade e os fatos com maior domínio da linguagem, prolifera um exército de analfabetos funcionais, um descalabro, uma consequência de décadas de descaso com a educação.

Vendo e revirando os fatos voltamos à roda da verdade, do referente abandonado ao sabor da moda da linguagem. Voltamos a falar de pensamentos e ideias que retratam a realidade atual porque cada palavra tem uma definição e ação intrínseca podendo ser manipulada em sua origem segundo o interesse de quem as controla,  seja censurando ou limitando seus significados para impedir conhecer e entender, ignorar, o referente. A quem interessa o permanente estado de conflito, desorientação, dicotomias, maniqueísmo, esvaziamento e negação do real? 

Dar nome às coisas é o que mais se teme hoje, pelo menos na hora de se conhecer os atores, os fatos, e os feitos nas últimas décadas. Identificar através de uma simples análise o que se vê, sente e se conhece tornou-se dependente de desejos, palavras vazias, direitos momentâneos, autoreferentes,  sem conexão com a realidade, sem leitura nem proficiência toda definição tornou-se relativa e pendular conforme o propósito de cada indivíduo aprisionado em sua própria mente. A interpretação do mundo desprovida de linguagem, essa degradada, modificada em seu significado e propósito, que é ler o mundo real, traduz uma sociedade doente, de alma arrasada, perdida no que é de mais importante ao caminho do conhecimento, ao ser, ao indivíduo, à sua tribo: a educação.

A falácia do espantalho

Entrevista Jordan Peterson 

Essa entrevista com o Jordan Peterson, ajuda a entender como o domínio da linguagem e de suas categorias concorre para refletir e responder, a partir de um conjunto de conhecimento adquirido, de forma clara e civilizada, questões construídas de maneira distorcida, deturpada, capciosa, politizada para fins específicos, e sobretudo oportunista,  tendo como fonte o raciocínio desenvolvido pelo entrevistado. Aqui, o que a jornalista faz do que consegue captar das respostas é criar a seu modo a "falácia do  espantalho" (Schopenhauer), aquele a ser desmoralizado, destruído. E porque não diante das câmeras para muitos, milhares, milhões de telespectadores!

Em certo momento, a jornalista Cathy Newman insiste numa agressiva defesa da política identitária, chegando a acusações levianas ao posicionamento conservador recente do entrevistado a respeito de uma lei referente a indivíduos trans, então, ficando evidente sua postura ostensiva, articuladora, por vezes ao dar em cima da fala do psicólogo, ela continua inquirindo a ressaltar o tema que trata a lei, provocativa, para chegar a um objetivo intrigante, que leva ao clima  inquietante de tentativa de constrangimento, apenas impedido pela reação inteligente,  madura e pacífica do psicológo apontando a clara ofensa dirigida nas ilações da jornalista, o que a "pega na volta" do seu limitado jogo de palavras em busca da verdade dela. Nesse ponto, o Jordan Peterson coloca no contexto a importância da liberdade de expressão, dela, que é o que a permite ser ofensiva em determinadas circunstâncias, óbvio, e a dele, respeitando o contraditório; ela ao descobrir a falha de atitude, e virtude dele em "pegá-la" sem a julgar, ri do próprio tropeço após rápida reflexão, o que pareceu ridículo, típico dos lacradores que não pensam apenas caçam a quem cancelar no debate. Nisso a grande mídia, os jornalistas ativistas, a banda intelectual, cultural e política da esquerda, ruído de uma nota só, atualmente oposição, todos atualmente são bem semelhantes em todo lugar.


quinta-feira, junho 10, 2021

A incerteza moral

 A incerteza moral nos condena ao passado 

A incerteza moral nos trouxe o medo, esse que veio por décadas sendo negado pintado de esperança sob um véu de mentiras, um fator de covardia, fazendo assim perdermos a confiança. Com medo e desconfiados esperamos que alguém nos diga o que fazer, em vez de decidirmos por conta própria o nosso destino. É essa a situação do povo brasileiro. 

Outro fator é a psicose informática, a desinformação controlada pela grande mídia, o que faz você pensar que não entende mais nada, e daí passar a não querer mais entender, mais um fator que se soma a falta de confiança decorrente da incerteza moral por não saber, confuso, o que é certo ou errado, dada as circunstâncias onde se perdeu o fiel da balança, o prumo da ética, já corrompido. 

Muitos se perguntam "em quem acreditar", o que deixa claro uma necessidade de respostas urgentes à agonia pandêmica, esta que chega abrindo a entrada para o falso articulador, o moderado, o salvador da pátria, aquele que vai colocar a mão enganadora com paliativos, demagogia, populismo, utopias, na ferida não cicatrizada dos desacreditados, agora aberta por essa nova oportunidade comum a muitos tomado pelo medo e a incerteza, então, que encontrada pode tornar possível de ser tomada em mãos autoritárias vestidas com luvas de pelica e o coaxar histórico de velhas políticas.



domingo, dezembro 13, 2020

A cara do "fact-checking" do Facebook

 Acompanhando o Parler. É sabido, que quem procura acha. Achei. Dias atrás postei um vídeo no qual o Rodrigo Constantino fala da censura que o YouTube determinou sobre uma entrevista feita por ele com o Dr. Alessandro Loiola. Retiraram o vídeo. Porque isso? Perguntamos. Diz o Youtube, a equipe que adota regras para selecionar o que pode e o que não pode, o fact-cheking agindo seletivamente, diz que feriu as regras do grupo ou "padrões da comunidade". Por acaso, descobri que um dos responsáveis, uma, tem preferências ideológicas e compromissos que definem de acordo com a sua política o que é ou não "correto" ser publicado. Bem, aqui está uma das integrantes do grupo, neste caso do Facebook, que define os limites da liberdade de expressão hoje existente nas redes sociais.

REVELADO: 'Margot Susca, certificadora de verificação de fatos' do Facebook é uma superfã de Hillary Clinton. Uma ativista anti-Trump no Twitter, que se gaba de ser o "time" da candidata presidencial derrotada Hillary Clinton. É a especialista independente encarregada de certificar o que deve ser publicado, o fact-cheking, do Facebook.


"Laranjas" do Sleeping Giants

 Acompanhando o Twitter. Quer saber quem está por trás do Sleeping Giants? Siga o dinheiro, esses são os verdadeiros fomentadores desse "laranjal" de intrigas sociais e instauração do fascismo. O pano de fundo é a desorientação, manter o controle das liberdades dos que ainda pensam, observam as informações da realidade e os fatos que desmente narrativas, dos que se manifestam contra as ditaduras, o poder desmesurado do Estado totalitário, querem dominar e estabelecer sua forma de "democracia" de mentirinha criada à sua imagem e regras particulares, para entregar a sociedade aos pequenos ditadores como Doria e subordinados ao "governo sem limite", às imposições imperiais, sem respeito a lei, ao regramento estabelecido democraticamente por uma sociedade que elege seus representantes, ainda que não sejam os melhores. Considerando o que estamos assistindo, sentindo, rasgar a Constituição pode ter sido o estrago inicial dessa história, que já é real, por parte desses títeres.



quinta-feira, dezembro 10, 2020

Um feito de um "santo de casa"

 Um feito de um "santo de casa"

Conta o imaginário popular que "santo de casa não faz milagre", o que cabe em geral falar quando há descrença sobre a competência para o feito por alguém de pouca habilidade em solucionar certas tarefas domésticas, o que de certa maneira é uma daquelas expressões que mais parece uma provocação a algum pretendente que ouse realizar algum desafio bem aos olhos de um, seu íntimo, conhecido, e que muitas vezes pode nem se confirmar como uma verdade.
O fato de se ter uma ideia, nesse caso o milagre é um ideia, e ela ter ocorrido a alguém em dada ocasião, que pode colocá-la em prática, tê-la registrado fora do seu pensamento, publicado, algo que nos ofereceria matéria, fonte qualificada, para daí podermos posteriormente verificar se houve na história desse tipo de evento, literário, intelectual, outro criador que tenha pensado daquele jeitinho, também feito o mesmo, um cópia e cola, algo assim, assim, daí teríamos a prova, a constatação que os dois santos teriam realizado o tal milagre, cada um no seu tempo é espaço, e primado pela identidade.
Em se tratando de uma celebridade da cultura nacional, Nelson Rodrigues, se encaixa muito bem na categoria de autor de importantes feitos, que no linguajar popular seria quase um "santo milagreiro" da nossa cultura, no excelente sentido. Um pensador conservador e escritor de inúmeros textos brilhantes, cevados de bom vocabulário, comparável a poucos em substrato e ineditismo. Em seu artigo "Consciência de classe" publicado no Jornal da Tarde no dia 6 de maio de 1974, pude constatar uma prévia, a partir de um trecho desse texto, do que obteria uma marca fiel do seu pensamento, e que antecipa em mais de duas décadas e meia uma declaração do escritor e filósofo italiano Umberto Eco, dada durante o evento em que ele recebeu o título de doutor honoris causa em comunicação e cultura na Universidade de Turim em 10 de junho de 2020.
Adiantando o papo, transcrevo o que li em matéria da grande mídia sobre o filósofo italiano: "crítico do papel das novas tecnologias no processo de disseminação de informação, o escritor e filólogo italiano Umberto Eco afirmou que as redes sociais dão o direito à palavra a uma "legião de imbecis" que antes falavam apenas "em um bar e depois de uma taça de vinho, sem prejudicar a coletividade".
De acordo com Eco, "a TV já havia colocado o "idiota da aldeia" em um patamar no qual ele se sentia superior. "O drama da Internet é que ela promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade". O filósofo ainda acrescentou algo que pode ser comparado ao que chamamos agora de fact-cheking e aconselhou os jornais a filtrarem com uma "equipe de especialistas" as informações da web porque ninguém é capaz de saber se um site é "confiável ou não". Quem diria! Segundo o escritor, 'idiotas' têm o mesmo espaço de Prêmios Nobel.
O escritor Nelson Rodrigues, nosso santo da casa, gravaria com primazia a autoria dessa joia de pensamento: “O grande acontecimento do século XIX foi a ascensão espantosa e fulminante do idiota. Até então, o idiota era apenas idiota e como tal se comportava. (…) Não tinha ilusões. Julgando-se um inepto nato e hereditário, jamais atreveu-se a mover uma palha, ou tirar uma cadeira do lugar. Em 50 mil, ou cem, ou duzentos anos, nunca um idiota ousou questionar os valores da vida. Simplesmente não pensava. Os ‘melhores’ pensavam por ele, sentiam por ele, decidiam por ele. (…) Deve-se ao Marx o formidável despertar dos idiotas. Estes descobriram que são em maior número e sentem a embriaguez da onipotência numérica (...)”.
Esse é o feito que considero pioneiro quanto a ideia que define o "idiota", o "imbecil" citado pelo Eco, um pensamento do nosso santo de casa Nelson Rodrigues.

domingo, dezembro 06, 2020

O Ocidente islamizado

O Ocidente islamizado

Olavo de Carvalho
Diário do Comércio, 05 de março de 2007
Desde Freud: The Mind of a Moralist (1959), Philip Rieff (1922-2006) foi reconhecido como um dos mais importantes pensadores americanos. Sua última obra, My Life Among the Deathworks (University of Virginia Press, 2006), analisa a cultura como expressão da ordem divina. Ela pode nos servir de ponto de partida para explicar por que a pretensa “civilização laica” não tem como desembocar em nenhum paraíso global de justiça e prosperidade, mas só na dominação universal do islamismo.
A premissa de My Life Among the Deathworks é a admissão de que em toda cultura há uma série inumerável de palavras e símbolos que desfrutam de autoridade pública automática. São a tradução de verdades que não estão aí para ser provadas ou impugnadas: elas estruturam a nossa vida de todos os dias para muito além da nossa capacidade de reflexão consciente. Evocam a nossa obediência imediata e despertam em nossa alma sentimentos de culpa e inadequação quando as infringimos. Ao conjunto delas Rieff denomina “ordem sacra”. A educação doméstica, as regras de boas maneiras, as hierarquias administrativas, a política, o gosto literário e artístico, tudo numa cultura é “transliteração da ordem sacra numa ordem social”.
Examinar criticamente esses símbolos desde o ponto de vista da razão individual, da filosofia ou da “ciência” é legítimo, mas é uma atividade que transcorre dentro da cultura e balizada por ela. Seu alcance, portanto, é limitado: nenhum saber individual pode substituir-se à cultura como um todo. O máximo de profundidade que a sondagem dos símbolos pode alcançar é aquela que se observa na psicanálise (independentemente do conteúdo específico das teorias de Freud): a penetração do exame racional nas brumas do inconsciente, para desativar a sobrecarga de autoridade de símbolos sacrais. Estes são absolutamente necessários à cultura, mas à medida que o tempo passa eles se consolidam em formas de autoridade interiorizada cujo peso acumulado se torna opressivo. A psicanálise desata os nós da sobrecarga, liberando o indivíduo para reintegrar-se na ordem social, não para sair dela.
Na evolução histórica do Ocidente, Rieff identifica três ordens sacrais sucessivas, que ele chama de “mundos”. Na cultura do mundo antigo, greco-romano, potências espirituais supra-humanas e infra-humanas enquadravam o homem numa ordem cósmica que se traduzia em ordem social sob a noção geral de “destino”. No monoteísmo judaico-cristão, a leitura dos símbolos torna-se mais sutil e ao mesmo tempo mais exigente, instaurando o compromisso da “fé” e a luta permanente do homem para permanecer integrado na ordem divina. A terceira cultura, ou “terceiro mundo” está se formando bem diante dos nossos olhos, e sua diferença das duas anteriores é radical: pela primeira vez na história humana, as elites culturais tentam construir uma ordem social sem ordem sacra, ou melhor, contra toda ordem sacra. O experimento, enfatiza Rieff, é inédito. Comentando o livro na Intercollegiate Review, R. R. Reno, especialmente qualificado para analisar o assunto por sua experiência anterior em Ruins of the Curch: Sustaining Faith in an Age of Diminished Christianity (2002), observa que se trata de impor a toda a humanidade o uso de remédios jamais testados. Os princípios da nova civilização podem-se resumir em três enunciados:
1) Toda proibição é proibida.
2) Toda repressão deve ser reprimida.
3) A única verdade é que não existe verdade.
Nesse quadro, a própria razão é condenada como repressiva, e automaticamente o privilégio de credibilidade é transferido a símbolos de prestígio (“papéis teatrais”) associados ao poder “libertador” da satisfação narcísica. A própria “ciência” já não funciona como conhecimento racional, mas como estereótipo publicitário encarregado de legitimar os desejos da multidão, ou os da elite injetados na multidão.
As práticas culturais da nova sociedade, que Rieff exemplifica e analisa extensamente, copiam as da terapia freudiana, mas não para curar a alma e sim para esvaziá-la de todo sentido de vida. A “liberação” geral desemboca no niilismo. “Onde nada é sagrado, não existe nada.”
O problema com as análises de Rieff é que elas abrangem somente o panorama ocidental. A conseqüência inevitável é que tendem a aceitar como novo padrão civilizacional mundial aquilo que, visto desde outra perspectiva, pode ser apenas a transição rápida e fulminante de uma ordem social fundada no judeocristianismo para outra de base islâmica.
A emergência da cultura niilista pode ser datada, sem erro, do iluminismo francês. O “culto da Razão” como fundamento de uma civilização mais feliz e mais livre baseada no esclarecimento científico é apenas uma idéia popular, que não corresponde em nada à verdade histórica do iluminismo. Não apenas o século XVIII francês foi mais povoado de superstições, bruxarias, ritos esotéricos e sociedades secretas do que qualquer etapa anterior da história ocidental, como também os abismos de incongruência no pensamento dominante da época inspiraram a Goya a sua famosa gravura “El sueño de la razón produce monstruos”. Nos escritos de um Voltaire, de um Diderot, de um Montesquieu, os estudiosos vêm descobrindo padrões de descontinuidade e desequilíbrio que raiam a loucura pura e simples. Como observou Paul Ilie no monumental The Age of Minerva (2 vols., Philadelphia, University of Pennsylvania Press, 1995), mais que a época da razão o iluminismo foi a época da ruptura radical entre a razão e os sentimentos, estes expressando-se em delírios passionais que pareciam emergidos diretamente do inferno, aquela em simulacros de ordem que celebravam indiretamente a onipotência do caos. Paul Hazard, em La Pensée Européenne au XVIIIe. Siècle, mostrou que a receptividade dada à crítica antitradicional intelectualmente sofisticada foi devida menos à aparente racionalidade de seus argumentos do que à atmosfera preparada por uma incrível inundação de piadas e lendas anti-religiosas, de uma baixeza e vulgaridade à toda prova, que já circulavam desde muito antes dos panfletos de Voltaire e Diderot. Boa parte da obra destes últimos (já mencionei aqui o caso de La Réligieuse , v. http://www.olavodecarvalho.org/semana/070108dc.htm) não fez senão beber nessa fonte espúria e dar-lhe um verniz de respeitabilidade literária. Corroendo a fé pública nos símbolos e instituições tradicionais, o iluminismo desembocou não só na loucura genocida do Terror, mas nos sangrentos delírios pornográficos do marquês de Sade, que vieram a exercer contínua atração hipnótica sobre a imaginação francesa até Jean-Paul Sartre e Georges Bataille (v., deste último, L’Érotisme: “Do erotismo pode-se dizer que é semelhante à morte”). O mergulho final do intelectual francês no submundo do marquês de Sade tomou forma, não literária, mas biográfica, em Michel Foucault , escravo das drogas e devotamente empenhado em “transcender o sexo” mediante o sofrimento físico em rituais de flagelação masoquista, com algemas, chicotinho, cuecão de couro e tudo o mais (não sei se é para rir ou para chorar, mas leia a história completa em Roger Kimball , “The perversions of Michel Foucault”, na revista The New Criterion, http://www.newcriterion.com/archive/11/mar93/foucault.htm).
A inspiração niilista do movimento revolucionário pode ter sido obscurecida por um breve momento graças à ascensão da utopia proletária, mas sua natureza profunda não demorou a aparecer de volta sob a forma de montanhas de cadáveres, um acúmulo impensável de sofrimento humano, resultando enfim no fiasco da URSS e nos arranjos capitalistas do comunismo chinês. A desilusão com o comunismo soviético e chinês produziu o imediato retorno aos motes do iluminismo francês, com a nova divinização da “ciência” e a mais virulenta campanha anti-religiosa de todos os tempos, subsidiada por verbas milionárias, fortemente amparada pela indústria do show business (O Código Da Vinci, O Corpo, e agora O Túmulo de Jesus), abrilhantada por ídolos pop da divulgação científica como Richard Dawkins, Daniel Dennet e Sam Harris e coroada por uma sucessão impressionante de legislações repressivas promovidas diretamente pelos organismos internacionais e voltadas contra a expressão pública da fé. Injetada num ambiente previamente preparado pelo “politicamente correto”, e coincidindo no tempo com a nova onda de anti-semitismo europeu e com a matança generalizada de cristãos nos países islâmicos e comunistas, a campanha dá um passo enorme no sentido da extinção do legado civilizacional judaico-cristão e na instauração mundial da social-democracia laica, o prêmio de consolação dado pela elite globalista à esquerda mundial pelo fracasso do comunismo russo-chinês.
Ora, a absoluta incapacidade da socialdemocracia laica de resistir à invasão cultural islâmica já está mais do que demonstrada na prática. Nem vou insistir nisso. Os interessados que leiam Eurabia: The Euro-Arab Axis, de Bat Ye’or (Farleigh Dickinson University Press, 2005), The Death of the West, de Patrick J. Buchanan (St. Martin’s Press, 2002) e The Abolition of Britain, de Peter Hitchens (Encounter Books, 2000), só a título de exemplos.
A fraqueza incurável daquilo que um dia foi “o Ocidente” provém do fato de que, esvaziados do conteúdo vital que recebiam da tradição judaico-cristã, os princípios mesmos que induzem os intelectuais europeus a defender seus países contra a tirania islâmica – a modernidade, a razão científica, a democracia, o progresso capitalista, a liberdade de expressão, o primado do consumidor e os confortos da previdência social – se tornam instrumentos de corrosão das identidades nacionais e da capacidade de autodefesa cultural. E de há muito os estrategistas islâmicos já perceberam isso, senão não teriam podido conceber a “guerra assimétrica” nem o uso maciço da imigração como arma de combate.
O protesto melancólico de Oriana Falacci, bradando contra o fim da Europa e nada podendo alegar em favor dela exceto seu amor pessoal às delícias da modernidade, soa tão fútil e impotente ante as exigências morais avassaladoras da autoridade islâmica que se torna o símbolo mesmo de uma civilização agonizante. O que sobra no fundo do niilismo é o hedonismo, mas seria vão tentar construir – ou defender – uma civilização com base nele. O hedonismo atrai interesses, mas não é fonte de autoridade. Ele próprio é niilismo em versão light. Anúncios de restaurantes nada podem contra o vigor do protesto islâmico.
Mas a força da invasão islâmica não repousa só na fraqueza do adversário. Há um poder efetivo, “positivo” por assim dizer, intrínseco à mensagem islâmica, que a torna especialmente capacitada a apropriar-se de um corpo civilizacional debilitado pelo niilismo. É que o próprio Islam tem um fundo “niilista”. Mohammed destruindo os ídolos da Kaaba é o advento de um monoteísmo abstrato que varre do planeta os símbolos visíveis do divino e os substitui pelo culto disciplinar do absolutamente invisível. A proibição radical das imagens equivale a uma política de terra-arrasada espiritual onde só o que sobra para atestar a presença divina é o apelo auditivo de um substantivo abstrato (Allah não significa propriamente “Deus”, nome próprio, mas “a divindade”). Nas mesquitas, o equivalente ao altar é o mihrab, um espaço vazio cavado na parede, designando a divindade eternamente ausente e inalcançável. No Islam não existe nem o povo eleito, atestando através da história a continuidade da profecia, o diálogo permanente entre o homem e Deus, nem a Encarnação pela qual o divino habita entre nós como nosso igual e nosso irmão. O ciclo da profecia está encerrado: Deus falou pela última vez a Mohammed e não falará mais até o fim dos tempos. O silêncio só é rompido pelo chamamento dos muezzins no alto das mesquitas, convocando a humanidade a prosternar-se ante o eterno Ausente que, ante a nulidade da Terra, se torna o único Presente. E Deus, segundo o Islam, jamais esteve entre nós: foi apenas uma aparência, ou melhor, uma aparição. Nobre e espiritual o quanto se queira, mas aparição. Lâ-llláha-íla-Allah, “não há deus exceto Deus” – tudo o mais é, a rigor, inexistente. Só existe Deus, inapreensível e incorpóreo – e, do outro lado, o Nada. Num mundo esvaziado pelo niilismo, o Islam se torna a única religião viável.
Continua portanto válida — não obstante erros de detalhe, concernentes por exemplo à China –, a análise feita em 1924 por René Guénon (ele próprio um mussulmano) em Orient et Occident, segundo a qual o Ocidente só teria, daquele momento em diante, três caminhos a escolher: a reconquista da tradição cristã; a queda na barbárie e em conflitos étnicos sem fim; e a islamização geral. Os que pretendem defender o Ocidente na base do laicismo ou do ateísmo só concorrem para fortalecer a segunda alternativa, ante a qual a terceira pode surgir, mais dia menos dia, até como alternativa humanitária. A “civilização laica” não é uma promessa de vida: ela é a agonia de uma humanidade declinante que, um minuto antes da morte, terminará pedindo socorro ao Islam.
P. S. – Recuso-me terminantemente a escrever “Islã”, com til, uma aberração ortográfica inaceitável.

O triunfo da mentira

 O triunfo da mentira

A covid-19 foi a descoberta do ano para os políticos brasileiros, que viram na epidemia uma belíssima oportunidade para tirar proveito pessoal
JR Guzzo, Estadão, 02/12/2020.
A covid-19 foi sem dúvida a descoberta do ano para os políticos brasileiros. Desde o primeiro caso de infecção, boa parte dos nossos homens públicos viram na epidemia uma belíssima oportunidade para tirar proveito pessoal e “assumir posições” - calculadas para dar mais gás (ou o que eles acham que é mais gás) para as suas carreiras. Vivem falando que agem de acordo com a “ciência”. Mentira. Eles não sabem rigorosamente nada de ciência, mas acreditam saber tudo sobre os truques mais eficazes para utilizar em seu benefício uma tragédia – e o pânico trazido por ela
O governador João Doria foi um dos primeiros a ver o potencial desta mina. Dez meses depois, continua achando que ainda há muita coisa a tirar daí.'
No dia 13 de novembro, duas semanas antes do segundo turno das eleições municipais, o governador disse o seguinte, em praça pública: “Vim aqui para desmentir mais uma fake news”, disse Doria, àquela altura convencido de que manter em grau mais moderado seu sistema de repressão ao vírus, como vem ocorrendo nos últimos meses, era a postura mais rentável para dar votos ao seu candidato Bruno Covas. “Depois das eleições nós não vamos endurecer as medidas de combate à pandemia. A pandemia está sob controle.” Afirmou, também, que as previsões de endurecimento eram “um golpezinho” de campanha eleitoral.
As urnas mal tinham sido fechadas quando o governador, que então já não precisava mais dos votos, mandou fazer exatamente o contrário do que havia acabado de prometer: depois de uma campanha eleitoral vivida dentro da “fase verde” das restrições, Doria votou a impor as exigências da “fase amarela”, mais extensas e rigorosas. Qual foi, nessa história, a notícia falsa: o anúncio do endurecimento que viria depois da eleição, ou o desmentido formal do governador?
A covid-19, ao ser utilizada como ferramenta política, transformou-se no triunfo da mentira. Essa malversação dos fatos, feita de forma sistemática e maciça, leva aos disparates que se repetem diariamente à vista de todos. Há a vacina “boa” (a estadual) e a vacina ruim (a federal), com o pormenor de que nenhuma das duas existe. Há a aglomeração “ruim”, quando é feita pelos adversários políticos, e a aglomeração “boa”, quando é feita nas sedes de partidos para comemorar as vitórias do segundo turno. Há os chiliques constantes das autoridades diante de “ameaças ao distanciamento social”, e a sua mais absoluta indiferença com os ônibus, trens e metrô que viajam lotados todos os dias.
A Prefeitura de São Paulo é patentemente inepta para cuidar de tarefas elementares e essenciais, que o homem sabe executar há 5.000 anos, como manter os bueiros da cidade razoavelmente limpos – a causa direta das enchentes a qualquer chuva mais forte. É inepta para cortar árvores que ameaçam cair sobre a rua e matar gente, como acaba de acontecer na Vila Mariana – apesar de todos os pedidos de providências por parte dos moradores. É inepta para consertar os buracos de rua. Mas o prefeito e o governador são craques em usar máscaras pretas fashion, brincar de “cientista” e propor a “igualdade social”. É onde São Paulo veio parar.

O Supremo de ativistas

 Uma ditadura amostra grátis, a Vachina do Ditadória, tantos engolindo o embuste. Quem levará a trolha, às pressas, passivos, sem questionar nada? É o que estamos vendo, os ativistas togados Supremos e os delinquentes presidentes das duas casas do Congresso que estão comendo a democracia pelas beiradas. Até quando?

"Se mostra a Constituição, eles rasgam.
Se expõe a verdade, eles te censuram.
Se questiona, eles te calam.
Se tenta lutar, eles te prendem!"


O golpe branco

 Um grupinho de bandidos já governou o país durante quase 18 anos, tiveram nas mãos o poder executivo, a presença nos Estados e boa parte da gestão dos municípios, mas os brasileiros dobraram a esquina para o lado da liberdade, demitiram a maioria dos corruptos, que foram derrotados nas urnas em 2018 e perderam ainda mais em 2020, mas, infelizmente continuam tentando de todas as maneiras com apoio da estrutura burocrática ativista (no STF, no Congresso, entre acadêmicos, intelectuais, cultura etc etc) dar um golpe branco.



quarta-feira, dezembro 02, 2020

Sei o que vocês fizeram no verão passado

Uma história recente da política no Brasil 👈

 Uma pequena explicação sobre o passado recente de todos os brasileiros, de fato, da grande maioria dos brasileiros, no qual se viveu uma fantasia por incompetência e abuso de uma ideologia na prática absurda de seu projeto, da imposição de uma utopia política, social e cultural. A fatura foi desastrosa, e desabou sobre nossas cabeças tão logo começaram a perder o controle do poder sem limites, embora, ainda, alguns iludidos pensem que viveram o sonho de suas vidas, e acreditem que defendendo a volta dessa quimera e de seus líderes, profetas, consigam fazer o que desejam ignorando os fatos e por uma dissonância cognitiva estarem em completa falta de percepção da realidade e dos fatos, insistam em resistência, vandalismos, violência e autoritarismo para tentar chegar a seus objetivos. Nada coerentes, boicotam, impedem, recorrem a mentiras, motivam outros a atos inconsequentes que proíbem a realização, o alcance dos anseios básicos, a muito tempo desprezados, dos brasileiros dedicados em trabalhar por um melhor presente para os seus e um futuro produtivo, seguro, saudável para a população e a democracia do nosso país.

Toffoli aparece com hematomas no rosto em sessão do STF

"O amigo do amigo do meu amigo" citado na Lava Jato

Quem sabe não seja uma "liçãozinha" da Orcrim, Organização Criminosa dos corruptos, aos que não cumprem a risca os seus comandos vindo pela correia de transmissão lá de cima, o poder "acima" dos togados do STF, acima da lei e de todos, de onde continuadamente vemos uma pressão etérea, empedernida, indefinida, nervosa, capciosa, visivelmente de perfil escroto e militante. É que segundo o ditado, "escreveu não leu..." ou "faça o que mando, mas...". Certamente nunca saberemos a verdadeira razão do "acidente" sofrido pelo ex-presidente do supremo, porém, ele será sempre reconhecido como o "indicado" do ex-presidiário Lula e o "amigo do amigo do amigo do amigo".

Para fechar o caso, que mais parece uma anedota, a explicação dada por ele sobre seu estado de aparência de um atropelado por uma carreta é... "que os hematomas são (decorrentes) de tratamento dermatológico que tem como objetivo diminuir a cicatriz (de um acidente doméstico) e outros pontos". O que está suposto no início do post e em pontos mais adiante, um pouco antes, entre parênteses, são cotejos, frutos da imaginação fértil, intrigante, como contribuição deste humilde escrevinhador.

Nota: vale lembrar que "em julho deste ano o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), caiu em casa e bateu a cabeça. Ele foi encaminhado ao Hospital Vila Nova Star e, segundo informações do STF, Toffoli fez exames e está consciente", segundo informações da grande imprensa.

Jordan Peterson, George Orwell: os socialista e os pobres

George Orwell: Os socialistas e os pobres 👈

Jordan Peterson lê trechos de "O Caminho Para Wigan Pier" e relaciona com a sua experiência pessoal com os socialistas.

Eleições municipais. Um tapa de análise política de primeira hora.

Compartilhado de post do João Carlos Feichas Martins no Facebook, 30 de novembro:

Caminhamos para o sinistrismo de centro ou centro-esquerdismo,com base nessas eleições municipais. Sinistrismo, em Ciência Política, é a tendência do poder de se deslocar para a esquerda, sempre que a direita governa.
Esse fenômeno foi observado por Maurice Duverger, um dos maiores estudiosos dos partidos políticos.
Mas não será ainda em 2022 que a direita com Bolsonaro cederá o governo. A reacomodação das forças progressistas em torno de um partido-eixo, o PMDB, que mais prefeitos elegeu, terá resistência do crescimento do Partido Progressista -PP-,a que pertenceu Jair Bolsonaro e segundo vitorioso no País.
O PSOL ainda não tem corpo para suceder o PT, maior derrotado, e fazer o jogo da esquerda com o PSDB, quarto maior votado. A incógnita do poder fica por conta do Partido Social Democrático, de centro direita, bem votado, e o Democratas, de centro.
Essas eleições criam um equilíbrio de forças centristas de esquerda e de direita, com ligeira predominância para a esquerda, mas atestam o acerto da estratégia de Jair Bolsonaro de manter-se discretamente longe da disputa, mesmo em São Paulo e Rio de Janeiro, sem subir em palanque com ninguém, apesar do impedimento da pandemia.
Bolsonaro, com 50%(ou até mais) das intenções de votos, sai vitorioso com o desempenho do PP e do PSD e do DEM,para composições no Congresso Nacional.
Aguarda -se ainda o desfecho das eleições nos Estados Unidos, no próximo dia 14. Donald Trump ainda continua no páreo com tanta fraude que se apura contra Biden...As eleições nos EUA impactam fortemente a política brasileira. Aguardemos.

A derrota da esquerda no Brasil

 Se engana quem acredita que realmente o radicalismo e a resistência da esquerda foram derrotados nessa eleição, o buraco é mais embaixo. A ideologia que sustenta a sua utopia é seguida por uma militância doutrinada e por uma plêiade da grande mídia, cultura, judiciário e intelectuais desenxavidos ativistas, e continua dando mais do mesmo, tendo o gramiscismo como sua referência histórica estratégica atualizada, sem autocrítica do passado, sem uma mínima avaliação de responsabilidades por crises provocadas ou desastres políticos e sociais. Fica 2020 como testemunho.

segunda-feira, novembro 23, 2020

Ser justo é bom

Ser justo é bom

Por Fabio Blanco

Ser justo é bom. No entanto, não existe justiça sem amor, como não existe justiça sem coerência. Amor e coerência são como que a balança que permite que a justiça seja aplicada com equilíbrio.

No entanto, as pessoas estão sofrendo uma demasiada pressão social por serem justas, sem que lhes seja exigido, da mesma maneira, que tenham amor e coerência.

É uma pressão por estar do “lado certo” da sociedade, o que isso significa participar de julgamentos coletivos, de justiçamentos sociais; de determinar que certas atitudes, certos grupos, certas crenças e certas convicções, apenas por não se encaixarem nas novas concepções desta nova geração, são absolutamente condenáveis.

Assim, estar do lado certo tornou-se o objetivo e a necessidade de muita gente, pois colocar-se fora dele é como viver um ostracismo em meio à multidão. Pior, é como ser marcado por uma letra escarlate.

Isso gera nas pessoas um anseio por parecerem boas, por parecerem corretas. Antes de qualquer coisa, elas querem ter certeza que estão sendo vistas como defensoras da causa certa. Querem ter a consciência limpa, levantando as bandeiras que disseram para elas que são as mais justas.

O problema é que a maior parte dessas bandeiras são hipócritas. São, na verdade, julgamentos prévios que, longe de fazer justiça, criam ainda mais preconceitos. O resultado não poderia ser outro: enquanto os justiceiros sociais defendem liberdades, agem como censuradores, enquanto falam em igualdade, promovem a segregação, enquanto gritam por tolerância, são os primeiros a não respeitar a opinião alheia. No fim das contas, se há algo que caracteriza todos esses movimentos é a incoerência.

No entanto, convenhamos, ninguém quer ser considerado incoerente. Mesmo esses justiceiros sociais possuem, como todo ser humano, uma necessidade intrínseca de serem vistos como pessoas que fazem aquilo que falam e agem de acordo com o que pregam.

Isso significa que se elas são incoerentes não é porque querem, mas porque não percebem. E se elas não percebem é porque lhes falta habilidade cognitiva para tanto. Resumindo: a incoerência das causas modernas é, antes de tudo, um efeito do baixíssimo nível intelectual geral.

Fica evidente que muito dos erros cometidos hoje em dia, sob os pretextos de moralidade, bondade e justiça, são efeitos de falhas de pensamento, da inabilidade de construir raciocínios corretamente e da incapacidade de perceber esses erros. Claro que tudo isso aliado a uma falta de sensibilidade para perceber as injustiças que cometem e até uma certa hipocrisia.

Porém, parece-me que menos do que perversidade, é a burrice que está por trás de quase todos esses movimentos de justiça social. Sem esquecer, é claro, que a ignorância, como se diz, costuma ser vizinha da maldade.



sábado, novembro 21, 2020

Manifestação anti-racista perpetrada por uma extrema-esquerda

Manifestação anti-racista perpetrada por uma extrema-esquerda

A incitação por uma manifestação, de parte da candidata do PC do B Manuela D'Ávila à prefeitura de Porto Alegre, já carregava implícito o "imprevisto" vandalismo e a destruição do mercado Carrefour. Vimos na grande mídia uma manifestação de clara violência, incendiária, porém com uma liderança e objetivos calculados.

O fato, a morte do homem, perdeu -se no noticiário sob o impacto da influência de algo ainda mais hostil, uma ação coletiva ordenada, de uma militância que induz a manipulação do imaginário da população, fixando a atenção no motivo "racismo estrutural", arrastando de todos, indistintamente, e essa se torna a principal razão da incitação, o sentimento de solidariedade, que confunde o ato de vândalos com uma resposta de populares vistos como manifestantes anti-racistas.
Os responsáveis pela morte do homem serão levados à justiça, os vândalos, apresentados como apenas manifestantes tomados pela intenção de exteriorizar indignação e justiça pela mídia. Uma manifestação anti-racista perpetrada por uma extrema-esquerda, com sangue nos olhos, não será vista como "anti-democrática" por destruir patrimônio, nem mesmo com evidente truculência tal qual, por causar desespero e até acidente grave a outras pessoas envolvidas, a usada contra o homem negro pelos seguranças.
O texto a seguir procura esclarecer, na forma da lei, afastando a interpretação politizada, ideológica, que só faz alimentar os ânimos de facções políticas e abre ainda mais fundo marcas e diferenças sociais, que de maneira demagógica, ao final, funciona como estimulo do ódio entre humanos.
--------
Post de Giton Simionovski, Facebook, em 20/11/2020.

Compreendam, o juiz não pode condenar alegando que "se fosse branco não seria morto", precisa é, diante das provas, preencher o tipo penal para impor uma condenação. E dentro deste ato de preencher o tipo penal, e aqui fujo do juridiquês, há a necessidade de pormenorizar as motivações do crime, para assim entender as reações das partes envolvidas.
Aqui neste ponto nos deparamos com as qualificadoras previstas em lei. Motivo fútil? Torpe? Meio Cruel? A investigação precisa apurar e justificar, pois uma coisa é o clamor público diante do fato, outra coisa é conduzir tecnicamente para alcançar aquilo que a lei permite.
Recordando que em julgamento de julho passado o TJRS definiu que “a necessidade de a denúncia descrever o motivo da discussão que dá causa ao homicídio: se esse não é conhecido, não se pode dizer que o crime seja torpe, fútil, não qualificado ou mesmo privilegiado” (TJRS 70083902718), até porque a acusação precisa ser completa, pois, também conforme o TJRS, “Veja-se que o motivo fútil do crime, a bem da verdade, nunca é a discussão propriamente dita, mas sim o teor, o motivo dessa discussão (que é o que deve ser fútil); portanto, como poderá a defesa sustentar que o motivo do crime (o motivo da discussão) não é fútil, se o réu só pode se defender do que contra ele é narrado e isso não está descrito na denúncia?” [TJRS 70065930075]
E quanto ao meio cruel, vejam como a situação beira a divergência, deve-se mensurar o exagero, meio além do doloroso causador de sofrimento atroz, podendo ser inclusive a asfixia, e “A reiteração de golpes na vítima, ao menos em princípio e para fins de pronúncia, é circunstância indiciária do 'meio cruel’” [STJ, REsp 1241987].
Portanto, mesmo num crime de revolta social, hediondo, a denúncia obrigatoriamente deve fundamentar cada qualificadora incluída e caberá somente aos jurados decidir sua incidência no fato delituoso.

sexta-feira, novembro 20, 2020

Fim de uma era política

Fim de uma era política

O desmanche do PT

J.R. Guzzo, Gazeta do Povo, 19/11/2020.

Desmanche do PT coincidiu com o desmanche do próprio Lula, condenado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro na Lava Jato.

Pouco se ouviu falar do ex-presidente Lula depois de encerrado o primeiro turno das eleições municipais. Para dizer a verdade, também não tinha se ouvido muita coisa antes, durante a campanha. Não combina, nem um pouco, com o protocolo geral da ciência política brasileira dos últimos 40 anos, ou quase isso. Afinal, não se faz política neste país sem que Lula seja levado em consideração, como a peça-chave do jogo, em qualquer momento, situação ou perspectiva eleitoral.

Talvez o mais correto, hoje, seja mudar o tempo do verbo: não se fazia política sem Lula. Pelo jeito, como parecem indicar essas eleições, já estão começando a discutir a política do presente — e principalmente do futuro — sem que seja invocado o nome do ex-presidente do Brasil por dois mandatos e o grande chefe, sem a mínima contestação, daquele que foi um dos maiores partidos do país. Entre um momento e outro o seu PT foi entrando em colapso progressivo e a peça-chave deixou de ser chave.

O desmanche do PT coincidiu com o desmanche do próprio Lula – ou, mais exatamente, foi provocado pela fogueira que consumiu o ex-presidente com a sua condenação pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, e os 18 meses de cadeia que teve de puxar na Polícia Federal de Curitiba.

Um ano atrás, exatamente, Lula foi solto, mas politicamente foi como se continuasse tão anulado quanto estava durante o tempo em que ficou preso. O terremoto que iria abalar o Brasil com a sua prisão simplesmente não aconteceu; o máximo que se conseguiu foi juntar uma dúzia de “militantes” em torno da sede da PF para gritar “bom dia, presidente Lula” e outras ilusões do mesmo tipo.

De lá para cá, piorou. Lula já se colocou “à disposição” para, segundo sua análise da situação, “salvar o país do fascismo”, ou algo assim. Ninguém ligou. Recebeu votos de admiração de Luciano Huck, João Doria e banqueiros de investimento que se descobriram como “homens de esquerda” , mas isso não resolve a vida de ninguém. Enfim, nessas últimas eleições municipais, bateu no seu fundo do poço pós-Lava Jato.

O candidato do Partido dos Trabalhadores na cidade que tem o maior número de trabalhadores do país – São Paulo – ficou em sexto lugar, junto com os concorrentes nanicos, no pior desempenho da sua história na capital. No restante do país, foi o mesmo cataclismo. Dos 630 prefeitos que o PT tinha em 2012, no auge de Lula, ficaram 179.

Poderá eleger mais um ou outro no segundo turno, mas isso não vai mudar absolutamente nada. O partido, que já ocupou as prefeituras de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, corre o risco de não eleger o prefeito de nenhuma das 27 capitais de estado. Aliás, só concorre em duas neste segundo turno — Recife e Vitória. Se perder, fica no zero.

Há um discreto silêncio em relação ao tema. Do mesmo jeito como não se fala alto em velório, parece falta de educação citar a calamitosa performance do PT e do seu comandante nas eleições municipais. Estão colhendo, como estabelecem as leis da natureza, exatamente aquilo que plantaram. O partido nunca se formou como um verdadeiro partido, embora tivesse todos os adereços das grandes organizações políticas.

Durante o tempo todo, faltou o essencial: a defesa de um conjunto de ideias, e não de um indivíduo — e a consequente capacidade de sobreviver à pessoa de seu líder. Sem Lula, o PT não é nada. Como não houve Lula nas eleições, não houve PT nos resultados.



Para quem queira saber sobre um único feito do governo Bolsonaro...

Eu poderia citar apenas o fato de NÃO TER ROUBADO ou SER ACUSADO DE CORRUPÇÃO, o que já seria incrível depois de o país ser governado durante mais de 15 anos por uma quadrilha que enganou o país e roubou bilhões dos cofres públicos, o valioso dinheiro obtido através dos impostos e que deixou de ser empregado em infraestrutura, emprego, educação, saúde, saneamento e segurança. Aqui está uma relação dos projetos e ações do atual governo, as que foram executadas ou as que ainda estão pendentes neste ano de pandemia dependem da "boa vontade" de Maia, o Botafogo, e Alcolumbre, o Batoré, que quando não colocam em pauta para votação, "engavetam", impedindo a aprovação nas duas casas do Congresso. Aliado a essa perseguição ao Executivo, atando pés e mãos, junto a essa empulhação, temos a pose dos togados ativistas do STF que sob pressão da esquerda, e mesmo por autoritarismo escancarado impossibilita a liberdade de expressão dos conservadores e entravam todo e qualquer benefício que o governo Bolsonaro, com esforço, tenta levar à população.

Os atrasos decorrente da falta das aprovações do projetos enviados ao Congresso acarretam em não implementar mudanças necessárias que impedem a melhora da economia, emprego, tecnologia, saúde, saneamento e de muitos outros programas estruturais, com impactos  ambientais e sociais, básicos, que antes foram abandonados a sorte ou tiveram os recursos desviados de seus fins para serem dirigidos ao uso privado de agentes criminosos, do funcionalismo público conivente, políticos e empresários corruptos e o enriquecimento ilícito de uma organização criminosa composta de aliados, partidários mancomunados, militantes profissionais, intelectuais, acadêmicos e artistas progressistas formadores de uma casta de privilegiados, cúmplices, responsáveis pelo aparelhamento das instituições do Estado e apoiados por tarefeiros e lideranças originários do movimento sindical.

Feitos do governo Bolsonaro:


1-  Concluiu  a pavimentação da BR da BR-163, no Pará,  OBRA PARADA HÁ 8 ANOS.


2- CONCLUSÃO DA TRANSPOSIÇÃO DO SÃO FRANCISCO, obra que deveria ter sido entregue em 2010, mas estagnou e virou ruína em meio à bilhões em desvios  e superfaturamentos. 


3- Universidade Federal de Jataí (UFJ), Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (Ufape), Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar) e Universidade Federal de Catalão (UFCat). 


4 -  Aprovou a MP do pente-fino do INSS, que identifica irregularidades no setor, podendo gerar economia de R$10 bilhões por ano ao país;


5 -  Iniciou a construção de colégios militares, tendo como objetivo, um por cada estado até o fim de seu mandato. Ensino de reconhecida excelência diante dos resultados nacionais e internacionais;


6 -  Com as reformas aprovadas, quer levar a descentralização do poder nas mãos da união, permitindo maiores recursos financeiros aos Estados e municípios. Verdadeiros conhecedores dos problemas de cada região;


7 -  Abrirá a caixa-preta do BNDES. Terminou o ciclo de empréstimos bilionários a países que não podem cumprir acordos com o dinheiro público, meramente para se manterem no poder;


8 - O Ministério de Direitos Humanos vem enxugando milhões de reais com gastos desnecessários, impedindo contrato de dezenas de milhões de reais criptomoedas para índios. Identificação de aeronaves destruídas que foram adquiridas via recursos públicos e atualmente abandonadas em aeroportos;


9 -  Junto ao Ministério da Economia, vitória inicial no caso do desenvolvimento de energia, iniciando processo de privatização e barateamento ao consumidor;


10 -  Ministérios composto por técnicos. Algo inédito na história do país;


11 -  Iniciou processo de digitalização de documentos do governo, gerando economia de bilhões em poucos anos;


12 -  Redução do número de invasões de terras, sufocando o ativismo ideológico e criminoso de tais irresponsáveis. 43 em 2018 e uma neste ano;


13 -  Extingue centenas de conselhos de administração pública, que no fundo são cabides de emprego, geram travamento proposital da máquina pública, economizando bilhões em gastos desnecessários;


14 -  Combate ao uso irregular da lei Rouanet que tinha como fim sua utilização para atividades consideradas eleitoreiras. O foco cultural hoje está no pequeno artista;


15 -  Mesmo sendo travado por outros setores do poder público, em seu governo, os índices de criminalidade e morte de policiais vem caindo significativamente;


16 -  Assina ato que impede qualquer sigilo de operações de créditos bancários, como o que ocorria no BNDES, BB e Caixa;


17 -  Expansão de internet para milhões de estudantes, principalmente na região nordeste;


18 -  Ganha apoio dos EUA e Israel para entrada na OCDE, bloco de cooperação mútua com as maiores economias do mundo. Vai na contramão de governos anteriores que visavam políticas ideológicas, como o Foro de SP;

 

19 -  Redução de 29 para 22 ministérios;


20 -  Decreto que extingue 21 mil cargos e comissões, o Ministério da Economia estima menos R$195 milhões em gastos anuais com o dinheiro público;


21 -  MP que altera a cobrança da taxa sindical, deixando-a de ser obrigatória;


22 -  Acabou a necessidade de vistos para turistas dos EUA, Japão, Canadá e Austrália, obtendo resultados imediatos significativos diante do ato;


23 -  Decreto que aplica critério da Ficha Limpa para nomeação de cargos em comissão;


24 -  Pacote anti-crime facilitando o trabalho das policias e punindo com mais rigor criminosos;


25 -  Junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia e outros inicia processo de instalação de máquinas que transformar ar em água para o Nordeste, após estreitamento de laços com Israel;


26 -  Via Ministério da Infraestrutura já passou para a iniciativa privada a administração de mais de 23 rodovias, portos, aeroportos e ferrovia em todo Brasil. E muito mais está por vir;


27 -  Expande acordos comerciais com a China, União Européia e EUA;


28 -  Viabiliza a captação de bilhões de reais via acordos com fins pacíficos com todo o mundo, após acordo de lançamento de satélite pela base área de Alcântara. Depende ainda da aprovação do Congresso;


29 -  Implementou o décimo terceiro salário para o bolsa-família;


30 -  Empresas internacionais voltam à confiar no Brasil, instalando sedes em todo território nacional, mas principalmente na região nordeste;


31 -  Criou a MP da liberdade econômica, possibilitando ao pequeno investidor menor fiscalização do estado, menos burocracia e gastos;


32 -  Quer reduzir impostos de produtos importados, como smartphones e tablets. Depende do Congresso;


33 -  Dá protagonismo ao MERCOSUL apos reunião no G20 no Japão, podendo gerar investimento de bilhões em território nacional;


34 -  Com a aprovação da necessária e dolorida Nova Previdência, o Brasil passará a ter mais confiança do investidor, gerando milhões de empregos;


35 -  Obviamente existem mais fatos positivos concretos. Caso se lembre, mande para o nosso e-mail para que possamos sempre somar.

36 -  No primeiro semestre do Governo Bolsonaro foram criados mais de 408 mil novos empregos, já considerando as demissões. Foi o maior saldo gerado dos últimos 5 anos. (fonte: dados oficiais do CAGED).

 

37 - Bolsonaro criou a Lei nº 13.846 que combate fraudes previdenciárias e que vai gerar uma economia acima de

R$ 100 bilhões em 10 anos.

 

38 -  O turismo de negócios teve alta de 14,7% no primeiro semestre do Governo Bolsonaro. (fonte: dados da Abracorp).

 

39 - Governo Bolsonaro reduziu de 18% para zero a 2% os impostos para importação de medicamentos para tratamento de pacientes com câncer e hiv, além de determinados tipos de fraldas e absorventes.

 

40 - Bolsonaro apresentou MP que torna política de estado a antecipação anual do 13º dos aposentados e pensionistas do INSS, colocando fim no uso político do benefício. Antes, a antecipação dependia da vontade dos presidentes, deixando os beneficiários em aflição.

 

41 - Nos primeiros 4 meses do governo Bolsonaro os homicídios caíram 21,2% em relação ao mesmo período de 2018. (fonte: Sinesp).

 

42 - O roubo de veículos também despencou no primeiro quadrimestre do Governo Bolsonaro. Queda de 27,5% em relação ao mesmo período do ano passado. (fonte: Sinesp)

 

43 - Governo Bolsonaro criou o 13º do Bolsa Família, um adicional de R$ 2,6 bilhões para os mais necessitados, oriundos do combate às fraudes no programa, que já vale para este ano de 2019.

 

44 - No primeiro semestre do governo Jair Bolsonaro, houve um aumento de 158% na apreensão de cocaína em comparação ao mesmo período de 2017 e de 92% em relação ao mesmo período de 2018.

 

45 - O índice de estupros caiu 13,6% nos primeiros 4 meses do governo Jair Bolsonaro em relação a 2018. (fonte: dados oficiais do Sinesp)

 

46 - Bolsonaro reduziu de 29 para 22 o número de ministérios de seu governo e indicou todos os ministros de forma independente, sem sindicalismo partidário.

 

47 - Em abril de 2019, Jair Bolsonaro assinou decreto que possibilita a conversão de multas ambientais simples em serviços de preservação, melhoria e recuperação do meio ambiente, visando agilizar as cobranças.

 

48 - Visando reduzir gastos, o Presidente Bolsonaro unificou o portal de informações sobre o Governo Federal e os serviços públicos. A medida gera uma economia estimada acima de R$ 116 milhões por ano.

 

49 - O índice de roubo a bancos também despencou no Governo Bolsonaro, queda de 38,5% nos primeiros 4 meses em relação a 2018, assim como como roubo de carga, que caiu 27,3% para o mesmo período. (fonte: Sinesp)

 

50 - No início deste mês de agosto, Jair Bolsonaro decretou que as alíquotas de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) referentes a consoles e máquinas de vídeo games, partes e acessórios, que variavam de 20% a 50%, fossem reduzidas para 16% a 40%.

51 - Em março deste ano, o Presidente Bolsonaro acabou com 21 mil cargos e funções do próprio governo, uma estimativa de R$ 195 milhões por ano de dinheiro público economizados. (decreto 9.725)


52 - A MP da Liberdade Econômica, que entre muitos avanços dispensa alvará de funcionamento para atividades de baixo risco como salão de beleza, escola de línguas, borracharias, barbearia, foi apresentada pelo Governo Bolsonaro, aprovada e agora virará lei.


53 - O Governo do Presidente Bolsonaro criou o programa Inovação Educação Conectada, para fornecer internet para 3 milhões de estudantes até o fim de 2019.


54 - Foi feito pelo Governo Bolsonaro um acordo de livre comércio entre o Mercosul e a Associação Europeia de Livre Comércio (Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein), que elevará o PIB do Brasil em US$5,2 bilhões em 15 anos.


55 - O Governo Bolsonaro também conseguiu alcançar o histórico acordo de livre comércio Mercosul-União Europeia, após 20 anos de negociações, o que representará um grande aumento da nossa produtividade e elevará o PIB brasileiro em US$ 87,5 a 125 bilhões de dólares em 15 anos.


56 - MAIS IMPOSTOS ZERADOS – depois dos medicamentos para Câncer e AIDS, governo zera impostos para centenas de produtos, entre eles equipamentos e produção médicos, exames, cirurgias oftalmológicas e informática.


57 - MAIS INVESTIMENTOS – Toyota anuncia R$ 1 bilhão em investimentos graças ao programa de valorização dos biocombustíveis do governo, o RENOVABIO. Estímulo à agricultura familiar.


58 - MENOR TAXA DE JUROS DA HISTÓRIA – 5,5% e risco país em seu menor patamar desde 2013.


59 - CRESCIMENTO DO COMÉRCIO NA SEMANA DO BRASIL – aumento de 12% nas vendas e 41% nas atividades online, em relação ao mesmo período do ano passado. R$ 1,86 bilhões de vendas no período de 6 a 15 de setembro.


60 - MAIS EXPORTAÇÕES – Depois de abrir mercado de carne pra a Indonésia, ampliar para a China e introduzir o leite brasileiro e seus derivados no Egito, o Ministério da Agricultura fecha acordo com a Arábia Saudita para exportação de frutas, castanhas e derivados de ovos. Potencial de U$$ 2 bi.


61 - MENOS BUROCRACIA E MENOS GASTOS PARA A OBTENÇÃO DA CNH – fim da obrigação de simuladores, queda no número de horas necessárias de aulas práticas.


62 - MULTAS NO TRÂNSITO : Um mês após determinarmos a suspensão do uso de radares móveis em rodovias federais, dados da PRF apontam que, em Agosto, o número de multas caiu 64% em relação à média do 1• semestre e o número de mortes também.


63 - MENOS DROGAS – 3 mil toneladas de pés de maconha destruídos. Resultado maior que a soma dos dois anos anteriores. Recorde de apreensão de cocaína.


64 - DIREITO À LEGÍTIMA DEFESA – Sancionada a lei que garante aos produtores rurais a posse de armas em toda a propriedade.


65 - MP DA LIBERDADE ECONÔMICA SANCIONADA: mais um passo pra tirar o estado do cangote de quem trabalha e produz (geração de empregos e economia).


66 - EM DEFESA DAS MULHERES – garantia às mães do direito de amamentar durante a realização de concurso público e obrigação do agressor de mulheres a custear os danos sofridos pela vítima ao ser atendida na rede de saúde.


67 - SEGURANÇA: Multiplicação do banco nacional de perfis genéticos, com potencial de solução de inúmeros crimes graves. 


68 - TURISMO: Programa que promove o turismo de mergulho e viveiros artificiais para a fauna marinha. Mais naufrágios programados virão pelo Brasil.


69 - RODOVIAS: O Ministério da Infraestrutura com apoio do Exército Brasileiro não para nem nos finais de semana na construção e correções de trafegabilidade nas BRs.


70 - SERVIÇOS PÚBLICOS: - Desde o início, nosso governo preza pela responsabilidade com as contas públicas. Estas foram deixadas destruídas por governos anteriores. Com muito sacrifício, estamos criando condições para manter os investimentos. A Casa Civil anunciou descontingenciamento de R$ 8,3 bilhões, que serão distribuídos à Educação e as demais pastas.


71 - ESTRADAS DE FERRO: Ferrovia Norte-Sul registra recorde histórico de cargas. Só no mês de agosto, 1 milhão de toneladas transportadas pela ferrovia, no trecho que vai de Palmas/TO a Açailândia/MA. Em 2008, o fluxo de carga nesse trecho foi 1,4 milhão.


72 - PASSAGENS AÉREAS: Empresas aéreas estrangeiras firmam compromisso de entram no mercado internacional do Brasil como primeiro passo para entrar no mercado doméstico. A concorrência traz o barateamento do serviço e a qualidade ao usuário.


73 - MENOS GASTOS PÚBLICOS: Governo prepara projetos para reduzir gasto com energia elétrica no setor público. Revisão de contratos e geração de energia solar podem diminuir custos da administração em até 90%. A ideia é mudar o consumo e geração de energia elétrica da administração pública federal com instalação de micro usinas fotovoltaicas nos prédios anexos da Esplanada dos Ministérios e outros.


74- Após zerar impostos de produtos no combate ao câncer e aids, mais de 500 itens de saúde e outros, o Ministério da Economia zera imposto de importação de mais 147 produtos sem similar produzidos no Brasil, relacionados  à indústria, informática e telecomunicação.


75- EM FRENTE BRASIL: Programa do nosso Governo, apresentando grandes resultados. Em apenas 30 dias, os cinco municípios onde a ação foi implementada registraram queda de 53% dos homicídios no mês de setembro, em relação a agosto. O projeto-piloto conta com trabalho conjunto das forças de segurança das esferas federal, estadual e municipal.


76- Brasil teve uma queda de 22,6% nas mortes violentas nos primeiros sete meses de 2019 (comparação com o mesmo período de 2018). São 7,1 mil pessoas que deixaram de ser assassinadas.


77- EDUCAÇÃO: Lançamento de projeto de ensino de educação financeira para crianças, usando personagens infantis e Mais bolsas de pesquisa em áreas úteis com retorno à sociedade, sem aumentar impostos!. 


78- PROGRAMA SAÚDE NA HORA - mais tempo para atendimento e recursos para unidades de saúde. Repasse de R$ 178 milhões para custeio de unidades de saúde que ampliaram o horário de atendimento e tudo têm que melhorar ainda mais! - O Ministério da Saúde investirá R$ 333 milhões nos estados e municípios que têm profissionais atuando na atenção primária, mas não se encaixavam nos critérios da Estratégia Saúde da Família. 4 mil novas equipes serão credenciadas.


79- O Ministério do Desenvolvimento Regional,  entregou está semana, 1.568 moradias do Minha Casa Minha Vida no Rio Grande do Sul. Neste ano, o Governo Bolsonaro liberou R$ 194 milhões para o programa no estado. Já foram 30 mil entregas e quase 11 mil novas contratações de emprego.


80- ESCOLAS CÍVICO-MILITARES: Estados onde os governadores aderiram à Escola Cívico-Militar: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, DF, Ceará, Pará, Tocantins, Amazonas, Rondônia, Acre, Roraima e Amapá.


81- MP 885, que agiliza a venda de bens apreendidos do tráfico de drogas e permite o uso dos recursos no combate ao crime organizado, aprovada na Câmara, com obstrução do PSOL. Vitória do Brasil! Derrota do crime!


82- Ao longo dos primeiros 7 meses de 2019, a movimentação com o turismo foi de R$ 136,7 bilhões, o melhor resultado dos últimos quatro anos! Só em julho, foram gerados mais de 25 mil empregos em relação ao mesmo período de 2018 (fonte: CNC). O Brasil pode ir muito mais longe, desenvolvendo a noção da importância do envolvimento social com a preservação ambiental.


83- Empregos e economia: As vendas de carros novos no Brasil subiram 10,1% em setembro comparando-se com o mesmo mês de 2018. De janeiro a setembro de 2019, foram vendidos 2.029.590 veículos, ou seja, 9,9% a mais que os 1.846.024 de 2018. Fonte: Fenabrave.


84- decreto assinado simplifica entrada de bancos estrangeiros no Brasil. Ampliação da concorrência, ajuda na redução da taxa de juros e na recuperação da economia.


85- O trabalho na reconstituição das rodovias federais, possibilitando maior segurança e trafegabilidade aos motoristas, segue em ritmo acelerado; como na BR-222/CE, BR-101/SE, BR-285/SC e BR-230/PA e outras.


86- Pesquisa do SPC Brasil/CNDL mostra que, em 2019, cresceu de 33% para 41% a intenção de micro e pequenos empresários brasileiros de investir nos próximos meses. Mais um sinal da confiança dos investidores na recuperação de nossa economia.


87- Alcançamos a meta deste ano para privatizações e concessões - menos estado, menos cargos nas mãos de políticos, mais eficiência e dinheiro público aplicado em locais realmente necessários. Avançaremos mais! 


88- lançamento da campanha para aprovação do pacote anti-crime pelo Congresso Nacional. Caso aprovada, o ambiente favorável aumenta em todos os sentidos em nosso território.


89- Governo Bolsonaro exibe recordes em volume de drogas apreendidas, oito fases da Operação Lava Jato esse ano, e redução da criminalidade. Mas apesar disso, os apocalípticos e desinformantes insistem em dizer que A Lava Jato acabou.


90- Sancionada lei, esperada pelo setor de telecomunicações, no que diz respeito à alteração de concessão para autorização. Flexibilidade, dispensa a realização de concorrência pública e maior investimento das empresas em infraestrutura de banda larga. Informação e qualidade de serviço ao cidadão.


91- Governo Bolsonaro atinge o objetivo de transformar 400 serviços públicos digitalmente em 2019. Economia anual de mais de R$350 milhões para o Governo e R$1.9 bilhão para a sociedade. Outros importantes significados são a facilidade e agilidade para o cidadão!  


92- O sistema de transportes marítimos não para de crescer. A criação de empregos, o barateamento dos produtos e economia ao investidor com a utilização de navios de carga, algo muito mais viável que o transporte rodoviário, trazem benefícios  ao cidadão. É questão de tempo até a economia estabilizar mais e os reflexos acompanharem. Afinal foram décadas de destruição e estamos apenas entrando no décimo mês.


93- Dados do SINESP/MJSP sobre número de crimes no primeiro semestre de 2019 e comparação com mesmo período de 2018. Menos 5423 assassinatos. Roubos a bancos caíram 40%. Roubos a veículos, 27%. É nosso dever ir mais longe!


94- Programa Criança Feliz, do Ministério da Cidadania, continua avançando pelo País. Presente e crescendo em todas as regiões brasileiras. Avanço de 57,4% nos primeiros 7 meses de 2019. Educação, saúde e desenvolvimento aos mais necessitados. Hoje, o maior programa do mundo de visitação domiciliar para atenção à infância. 


95- A Polícia Federal queimou mais de 3 toneladas de cocaína. A apreensão recorde em 2019 já superou 60 toneladas. Com o Projeto Pra Frente Brasil, o trabalho de inteligência entre agentes de segurança da União, Estados e Municípios, estes e outros índices de criminalidade continuam caindo. sufocamento do crime organizado, bem como, retirando o sustento dos partidos e grupos terroristas que compõem o Foro de SP. Estes pretendem, mediante o terror, empobrecimento dos povos e falta de educação, manterem seus líderes ativos e sempre buscando o poder! 


96- Governo espera arrecadar R$ 100 milhões este ano com bens de traficantes. MP aprovada pelo Congresso facilita venda de patrimônio apreendido para que o recurso seja utilizado em projetos de combate às drogas. Aviões, apartamentos e carros de luxo, iates e fazendas fazem parte dos bens apreendidos com o tráfico e que podem ser leiloados e revertidos em recursos para aparelhar as polícias federal e dos estados, além de ajudar em programas de tratamento de usuários de drogas.


97- Inflação registrou queda de 0,04% para o mês de setembro. É o menor resultado desde 1998.


98- De julho para agosto, indústria cresce em 11 dos 15 locais pesquisados. Os avanços foram: AM 7,8%, PA 6,8%, SP 2,6%, CE 2,4%, PR 2,1%, RJ 1,3%, MT 1,1%, MG 1,0%, PR 0,3%, Nordeste 0,2% e GO 0,2%. Fonte: Pesquisa Industrial Mensal (PIM). TEMOS MUITO A PERCORRER. O BRASIL TEM JEITO!


99- Portaria do Ministério da Agricultura cria descontos no mês de outubro para produtos oriundos da Agricultura  Familiar. Valorizar e estimular o pequeno produtor e economia ao consumidor. Inaugurada Unidade de Distribuição da Agricultura Familiar de Santiago/RS, que movimentará cerca de 22 toneladas de alimentos durante os 10 meses de convênio com o Programa de Aquisição de Alimentos. Cooperando com o pequeno produtor surgem gigantescos resultados!


100-  Governo já bateu a meta estipulado para privatizações em 2019. Temos 119 projetos anunciados e prevemos realizar mais 22 leilões até fim do ano. Em 9 meses, foram concluídos 29 projetos. Mega leilão da cessão onerosa, está previsto para novembro. Já a venda de estatais ainda aguarda modelagem e depende de aval do Congresso. Impedimento de loteamentos políticos, qualificação de serviços oferecidos ao cidadão, recursos obtidos sendo aplicados onde realmente necessitam, além de com muito sacrifício, tapar rombos monstruosos deixados por governos anteriores. Seguimos adiante! 


101- O Ministério da Educação, lançou o programa “Novos Caminhos”, que criará 1,5 milhão de matrículas na educação profissional, aumentando de 1,9 milhão para 3,4 milhões, até 2023, o que representará um crescimento de 80% até o final de nosso mandato. A formação em faculdades é fundamental, contudo o ensino técnico é motor para o retorno do dinheiro do contribuinte aconteça de maneira mais rápido e eficaz para a sociedade. 


102- Maioria das capitais vive retomada do emprego formal. 14 tiveram saldo positivo com carteira assinada nos 8 primeiros meses do ano. São Paulo lidera o ranking, com 58.889 novos postos de trabalho. A herança monstruosa deixada pelo PT tem que ser revertida!


103- Sancionado o novo marco das telecomunicações. Mais ampliação do acesso à internet para a população, ou seja, informação chegando mesmo em locais onde o investimento em banda larga é considerado pouco rentável pelas empresas: os rincões do Brasil. 


104- O Ministério da Educação entregou 180 ônibus escolares, todos com acessibilidade, para 144 municípios de SP. De um lado o governo Bolsonaro corta a corrupção e o desperdício para que do outro venham benefícios para a sociedade.


105- Obras da Ferrovia Oeste-Leste, na Bahia, com operações em diferentes frentes. Construção de viadutos, lançamento de dormentes, terraplenagem e recuperação de passivos. O Ministério da Infraestrutura está fechando primeiro trecho que vai para concessão em 2020 (Caetité-Ilhéus) e já adiantando bem o segundo trecho. Ideia original prevê a extensão da linha até o Tocantins, integrando-a à Norte-Sul e conectando o litoral baiano à produção do interior do Brasil. Investimento maciço neste modal abandonado e essencial para o país com nossas extensões territoriais. 


106- Dinheiro retornado da corrupção histórica do PT aplicado onde deveria: Mais uma fase em andamento. O Ministério do Desenvolvimento Regional anunciou esta semana mais investimentos, que estão na transposição do Rio São Francisco para que a água chegue à região metropolitana de Fortaleza, beneficiando quase 4,5 milhões de habitantes.


107- Mais Aéreas começam a operar voos internacionais no Brasil. As primeiras foram a Norwegian e a Sky Airline, na próxima semana, a FlyBondi. A modificação na legislação possibilitou a entrada de companhias internacionais, que demonstram crescente interesse. Após este passo inicial, as empresas aéreas adentrarão o mercado doméstico e possibilitarão o barateamento também dos voos dentro do país. A previsão é que isso ocorra em poucos meses. 


108- No Ceará, APM Terminals Pecém, registrou crescimento de 26% na movimentação entre janeiro e setembro de 2019. O aumento se deve, em grande às exportações com destaques para as frutas, destinadas aos americanos e europeus. Aumento da produção, empregos e economia. De janeiro a setembro, foram operados 247.497 TEUs frente a 196.121 TEUs, registrados no mesmo período do ano passado. Em setembro outra marca histórica: a maior movimentação mensal, com 35.668 TEUs operados. 1 TEU= contêiner (20 pés de comprimento, de 8 de largura e 8 de altura).


109- A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, do Ministério da Economia (SPU/ME), entrega à Secretaria de Aviação Civil 17 aeroportos prontos para serem concedidos à iniciativa privada. Com mais este lote, já são 35 os aeroportos transferidos à secretaria; até dezembro, virão mais 10. As áreas transferidas são em: Cruzeiro do Sul-AC, Tabatinga-AM, Tefé-AM, São Mateus-ES, Goiânia-GO, Imperatriz e São Luís-MA, Corumbá-MS, Altamira e Santarém-PA, Petrolina (PE), Parnaíba e Teresina-PI, Foz do Iguaçu-PR, Pelotas-RS, Uruguaiana-RS e Joinville-SC. 


110- Produção de motocicletas em setembro foi 15,1% maior na comparação com o mesmo mês de 2018 - Fonte: Abraciclo. Emprego e atrativo para o investidor, num dos maiores setores para este mercado no mundo.


111- Anúncio que o governo dobrará o limite atual para compras em free shops. O Ministro da Economia, Paulo Guedes, a pedido do Presidente, prepara decreto para os próximos dias. Os brasileiros que voltam de viagens do exterior poderão comprar US$ 1 mil em produtos nos aeroportos – hoje, o limite é de US$ 500. A cota permitida para compras no Paraguai também vai mudar. Ampliação de US$ 300 para US$ 500 o valor máximo por pessoa que cruza a fronteira.


112- Brasil sobe de posição no ranking global de competitividade. Indicativos de confiabilidade do investidor. Se todos fizermos o dever de casa teremos muitos mais a crescer! https://youtu.be/SLE0dVhfYe8


113- Índice ABCR de Setembro aponta alta de 3.2% no fluxo de rodovias concedidas (corredores importantes) na comparação com mesmo período de 2018. No acumulado do ano, alta de 3.7%. Indicativo de crescimento na circulação de bens e pessoas. Sinal de economia reaquecendo. 


114- O Ministro do Desenvolvimento Regional , Gustavo Canuto,  entregou está semana, 1.568 moradias do Minha Casa Minha Vida no Rio Grande do Sul. Neste ano, o Governo Bolsonaro liberou R$ 194 milhões para o programa no estado. Já foram 30 mil entregas e quase 11 mil novas contratações de emprego.


115 - O Agronordeste contempla 230 municípios, além de MG e 1,7 milhão de pessoas, ou MP do Agronegócio, lançado pela Ministra da Agricultura, Tereza Cristina. As Rotas da Integração Nacional, os Polos de Agricultura Irrigada e os Perímetros de Irrigação, do Ministério do Desenvolvimento Regional , contribuirão com as estratégias de desenvolvimento deste projeto do governo BOLSONARO.


116- ‪Nordeste foi a região que empregou mais em setembro. Foram criados mais 57 mil postos de trabalho na região. No mês citado o total foi de 157 mil vagas criadas e, no ano, 761.000 novos empregos.


117- 650 municípios aderiram à Escola Cívico-militar. Em breve anunciaremos as primeiras cidades contempladas e já para começar o ano letivo do ano que vem! 


118- Índice de estupros cai 12% no 1º semestre de 2019 em relação ao mesmo período de 2018 (fonte: Sinesp). Ainda há muito a fazer, mas o resultado mostra que estamos no caminho certo! Seguimos firmes na missão de devolver aos cidadãos a segurança e liberdade que lhes foi tirada.


119- 13º PARA O BOLSA-FAMÍLIA: Uma das várias Fake News espalhadas contra mim na campanha era de que eu acabaria com o Bolsa Família. Assinada a MP que cria o 13° do Bolsa Família, que será pago partir deste ano, com recursos oriundos do combate às fraudes no programa.  Essa e outras mentiras espalhadas pela oposição e parte da mídia para aterrorizar a população nas eleições serão apuradas na CPMI das Fake News? Veremos! 


120- O MEC lançou o programa “Novos Caminhos”, que criará 1,5 milhão de matrículas na educação profissional , aumentando em 80% até o final de nosso mandato. As faculdades são fundamentais, contudo o ensino técnico é motor para o retorno do dinheiro do contribuinte. 


121- Com isenção de visto para Austrália, Canadá, EUA e Japão, número de estrangeiros aumentou 25% nos meses de junho a agosto. Os turistas norte-americanos tiveram maior movimentação (+25,79%) .Num futuro próximo abriremos para outros países que estão sendo estudados! Dados do Ministério do Turismo. 


122- SAÚDE: Liberamos R$18 mi para as Obras Sociais de Irmã Dulce-Hospital Santo Antônio, Salvador-BA. Uma das maiores obras da região Norte e Nordeste. São cerca de mil leitos, 100% SUS, mais de 2 mil cirurgias, 70% das crianças com zika e 2,2 milhões de procedimentos ambulatoriais por ano. 


123- Assinada a MP do Contribuinte Legal: Oportunidade para as pessoas físicas e pequenos negócios terminarem o ano sem dívidas. 


124- Brasil registra queda da criminalidade no primeiro semestre de 2019, informa o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Homicídios foram reduzidos em 22,1% e roubos à instituições financeiras registraram queda de 40,9%.


125- O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, entregou esta semana, mais 2.287 moradias do Minha Casa Minha Vida em Porto Velho (RO). A projeção é que as residências acolham mais de 9 mil pessoas, voltadas a famílias de menor renda. Foram destinados R$ 149 milhões ao estado de Rondônia neste ano. Os empreendimentos geram 10 mil empregos na região.


126- Nova fase de pagamento do PIS/Pasep injeta mais de R$18 bilhões na economia, beneficiando cerca de 24 milhões de trabalhadores. FGTS liberado também para os aniversariantes de janeiro. São R$1,8 bilhão para 4 milhões de beneficiários. 


127- Movimentação portuária tem alta de 1,65% em Agosto em comparação ao mesmo período de 2018. Fonte: ANTAQ. Cabotagem de contêiner +20%, carga geral +10% e navegação interior +6,5%. Emprego em modal esquecido por governos anteriores e resgata à altura que merece!


128- Com a detecção do aparecimento de petróleo no litoral do Nordeste, no início de setembro, desde então, o governo montou mais numa força tarefa. Ao todo, 1.700 agentes ambientais e 50 funcionários da Petrobras participam da operação coordenada pelo Ibama.


129- Agricultura Familiar: ‪Pela primeira vez, o Pronaf (Programa Nacional de Agricultura Familiar) concede crédito para custeio de manejo comunitário florestal à famílias produtoras no Pará. Algo melhor e honesto do que “emprestar” a Cuba e Venezuela e não ter de volta!‬ 


Gaúchos têm oportunidade de vender R$1,4 mi em produtos da agricultura familiar para hospitais. É um recurso que se ele não é comprado do agricultor familiar, seria comprado de uma fábrica, de uma indústria. Dessa forma, fazem com que a comunidade se desenvolva. 


130- Café em alta nos portos do Brasil! As exportações pelo Porto de Vitória cresceram 306,4% entre jan e set/2019, o maior dos últimos 5 anos para o período. Espanha, EUA e Alemanha são os destinos com maior crescimento. Aumento da produção significa mais empregos!


131- O trabalho do Ministério da Infraestrutura e Exército continuam nas estradas do Brasil. Maior segurança, trafegabilidade e desenvolvimento do país. Seguem em ritmo acelerado, dia e noite em muitas regiões, como por exemplo:  BR163/PA, BR116/RS, BR242/TO e BR101/SE.

 

132- O Ministério da Educação anuncia o descontingenciamento de cerca de R$ 1,1 bilhão para as universidades e institutos federais. Com isso, despesas de custeio para pagamento estão 100% liberadas em 2019. Pegamos um orçamento esfacelado, contudo vamos organizando o Brasil. 


133- ‪Balanço da Operação Verde Brasil do Ministério a Defesa sobre a Amazônia: multas, apreensões, prisões e baixa histórica de incêndios.


134- Ministro Astronauta Marcos Pontes trouxe a notícia que os bolsistas da agência vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, CNPq estão garantidas. Problema criado por governos anteriores, mas resolvido em conjunto com o Ministério da Economia. 


135- Processo de privatização dos Correios começa a tramitar oficialmente em decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro. O ato representa o 1º passo para que a privatização da estatal seja realizada. Além dos Correios, o presidente também incluiu a Telebrás. 


136- Determinação do Presidente Bolsonaro, a Petrobras cancelou o contrato de patrocínio de R$ 872 milhões com a equipe de Fórmula 1 - McLaren. Um absurdo cometido com o contribuinte por governo anterior. Dinheiro do pagador de impostos sendo aplicado onde necessário.


137- Integração do Rio São Francisco: O Ministério do Desenvolvimento Regional destinou mais R$11,2 mi para o Governo da Paraíba. Em agosto deste ano, foi suspendo o bombeamento após equipamentos de monitoramento emitirem alertas. Realizados reparos e garantido o funcionamento adequado da barragem.


O empreendimento ampliará o alcance que já atende mais de 750 mil pessoas em 34 municípios paraibanos e 12 pernambucanos. Com os reparos as águas já seguem com previsão de chegar ao último reservatório do Eixo Leste, em novembro.


138- MEC anunciou liberação de mais R$ 43 milhões para 96 obras em universidades. As principais obras incluem o Complexo de Saúde da Universidade Federal de Lavras (UFLA), em Minas Gerais, o Núcleo Integrado de Pesquisas e Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o Instituto de Ciências Básicas da Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).


139- ‪O Brasil integrando seus povos: 5 comunidades indígenas no Amazonas tiveram seu plano de visitação aprovado pela Funai. O Projeto turístico tem como objetivo resgatar a cultura, gerar renda para os indígenas e desenvolver consciência de preservação via experiência dos turistas!‬ Muitas outras virão!


140- ‪Governo anuncia etapa de venda de 28 imóveis da União. Expectativa de arrecadação é em média R$ 46 milhões nesta fase. Só de imóveis sem uso são cerca de 200. O Ministério da Economia visa reverter o  desperdício do dinheiro do pagador de impostos para serem aplicados onde realmente é necessário.


141- O Saque Imediato do FGTS vai pagar R$40 bilhões até dezembro de 2019 a 96 milhões de trabalhadores. 100% dos brasileiros com direito de sacar o benefício, ANTES DO NATAL.


142- PROJETO VIGIA: as organizações criminosas responsáveis pelo contrabando de mercadorias nas fronteiras tem prejuízo de R$4,5 bilhões em nosso Governo. Os pontos de atuação em fronteiras do Projeto são em MS, MT, RO e AC. 


143- COMBATE À CORRUPÇÃO 1: ação da PF devido a Interferências indevidas de parlamentar em troca de proteção na CPI dos fundos de pensão. Mais uma quadrilha do "Novo Cangaço" desarticulada, grupo que aterrorizava pequenos municípios no Nordeste. Trabalho conjunto da Polícia Civil e Militar da Paraíba, Bombeiros Militares e da Polícia Rodoviária Federal.


144- COMBATE À CORRUPÇÃO 2: A Polícia Federal deflagra a 67a fase da Lava Jato. A operação ‘Tango & Cash’ objetiva investigar a atuação de possível cartel de empreiteiras, cujo objetivo era vencer licitações de grandes obras ligadas a empresas estatais.


145- COMBATE À CORRUPÇÃO 3: A Controladoria Geral da União e a PF desarticularam organização criminosa responsável por fraudar licitação do Programa Viva Maranhão.


146- Ibovespa em novo recorde histórico; Mais de 760.000 empregos formais criados desde o início de nosso governo; Sinais de recuperação na economia com a confiança do investidor; Risco Brasil em queda, bem como a criminalidade. Após décadas de destruição, o Brasil está se reerguendo.


147- A Câmara aprovou (329x86) o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas da base de Alcântara, no Maranhão. Após décadas de atraso e abandono, damos um grande passo para o desenvolvimento tecnológico, social e econômico na região. Medida deve gerar bilhões para o Brasil.


148- Tarifa média para voos INTERNACIONAIS já caiu 23% com a chegada de companhias aéreas low cost. PRÓXIMO PASSO do Governo Bolsonaro é consolidar o modelo para voos domésticos. 


149- Famílias em vulnerabilidade e pessoas com deficiência atendidas pela rede de assistência social em SP ganharam um reforço na promoção da inclusão. O Ministério da Cidadania entregou 19 micro-ônibus que irão apoiar os municípios. No total, estão sendo investidos R$ 5,3mi na ação.


150- Ferrovias ganhando importância que não existia há décadas no Brasil. Entenda e saiba mais no desenvolvimento deste modal nas redes sociais do Ministério da Infraestrutura. 


151- Junto com o Ministro Sérgio Moro ,o combate à violência traz a confiança do investidor e gera ambiente favorável à empregabilidade e economia. Veja os números, intenções e acordos para que desenvolvamos sempre mais! 


152- Nova previdência APROVADA. Uma das maiores reformas da história. Parabéns povo brasileiro e ao Ministério da Economia! Essa vitória, que abre o caminho para nosso país decolar de vez, é de todos vocês! O Brasil é nosso!


153- JAPÃO: nos reunimos com empresários de grandes corporações como o chamado 'Grupo de Notáveis', entre outros importantes compromissos mostrando o novo Brasil: crescendo, gerando empregos e oportunidades com liberdade e segurança ao investidor!


154- CHINA: Encontro com empresários chineses e presidente da FIP. Oportunidade de bilhões de dólares de investimento na área de agricultura, infraestrutura e outros. 


155- Programa Criança Feliz é reconhecido como referência para diminuição de desigualdade social no mundo. O Brasil assumiu papel de liderança no Fórum de Desenvolvimento Sustentável, realizado em Pequim. 


156- Pequenos produtores do Rio Grande do Norte e região têm em novembro a oportunidade de vender seus produtos ao governo federal. O 16º Batalhão de Infantaria Motorizado do @exercitooficial em Natal-RN está investindo na compra de produtos da agricultura familiar. 


157- Em 8 meses, quase 8 mil assassinatos a menos em relação ao mesmo período de 2018. Quase 8 mil vidas salvas. Queda de 22%, caminhando para a maior em décadas. Resultados do choque moral após nossa chegada e da Segurança Pública feita com inteligência e eficiência pelo Ministro Moro.


158- O governo Bolsonaro vem trabalhando, desde 2/set, no combate ao óleo no Nordeste. A narrativa inicial era a mentira, após gritavam que o Governo ignorava a situação, passaram a dizer que chegou tarde. Enquanto isso silêncio ensurdecedor quanto ao causador. Detalhes: 


159- Empresários do turismo no Nordeste terão acesso a uma linha de crédito especial de R$200 milhões para superar retração nas atividades causada pelo vazamento de óleo que atingiu algumas praias da região. Os ingleses se juntaram a Marinha no trabalho técnico.


160- 60 mil pescadores afetados por manchas de óleo receberão seguro defeso e R$59,9 milhões serão utilizados em novembro. O Ministério do Desenvolvimento Regional, do Meio Ambiente, Marinha e Exército participam das operações.


161- Governo Bolsonaro quer zerar imposto para importação de navios, reduzindo preço dos importados em até 40%. Texto precisa de autorização do Congresso. O Brasil é um dos países com maior extensão marítima do mundo. Possibilidade para pequenas embarcações, o que resultaria num giro econômico e empregabilidade gigantescos.


162- Criação de vagas temporárias no fim do ano deve ser 24% maior em 2019. Novo decreto que regulamenta a contratação temporária Bolsonaro fez com que essa estimativa aumentasse 10%. Para quem está desempregado e para o Brasil é excelente notícia.


163- O CAPES e chineses celebram parceria científica inédita. O Brasil assinou acordo de cooperação internacional com a Fundação Nacional de Ciências Naturais da China (NSFC), agência de fomento à pesquisa e inovação. 


164- Violência em Paulista (PE) diminuí depois que o projeto piloto “Em Frente Brasil”, do Ministério da Justiça e Segurança Pública chegou na região. Está fase inicial está presente em mais 4 cidades no 🇧🇷: Ananindeua (PA), Cariacica (ÉS), São José dos Pinhais (PR) e Goiânia (GO). 


165- O Ministério da Infraestrutura, trabalha na BR-135/MA, entre os municípios de Miranda do Norte e Alto Alegre. Serão investidos R$ 64 milhões em 5 anos. Muitas outras obras são realizadas dia e noite com o Exército Brasileiro. 


166- Em nossa viagem à Ásia e Oriente Médio, o Presidente da Ucrânia demonstrou interesse em comprar aviões Super Tucano. O Ministro de Relações Exteriores, avaliou a possibilidade dos ucranianos adquirirem a aeronave KC-390, cargueiro militar fabricado no Brasil.


167- Niterói-RJ registra maior geração de empregos para setembro desde 2011. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados ( Caged ). Assim como a região Nordeste foi a que mais gerou empregos no mês de setembro.


168- Apreensões recordes de drogas ganham um reforço de peso. As investigações que atualmente chegam a patamares positivos jamais vistos com a integração entre os agentes de segurança pública do Brasil, agora contam com agilidade na venda dos recursos oriundos dos criminosos.


169- Aprovada medida que permite que o dinheiro do leilão da cessão onerosa do petróleo seja dividido entre os 27 Estados e mais de 5.000 municípios do Brasil.​


Alguns grandes feitos do Governo Bolsonaro,

em menos de um ano:

170- O fundo soberano da Arábia Saudita vai investir até US$ 10 bilhões em projetos no Brasil, cerca de R$ 40 bilhões. Entre as obras de infraestrutura está a ferrovia Ferrogrão, que liga MT ao PA. O aporte estimulará outros investimentos. O Governo BR trabalha em conjunto com o fundo na facilitação de iniciativas, continuando a simplificação da legislação e outras ações favoráveis ao crescimento. 


171- O Ministro da Saúde destinou 67 novas ambulâncias para o Ceará. A entrega dos veículos foi realizada pelo Governo do Estado aos prefeitos de municípios. Já são 708 em todo Brasil desde o início da gestão Bolsonaro, com investimento de R$ 134 milhões.


172- Risco-Brasil chega a seu menor patamar desde 2013, inflação controlada, selic em mínima histórica e investidores confiantes. A empregabilidade cresce e os crimes diminuem. São dados oficiais. Apenas 10 meses de Governo! Vencemos e estamos mudando o Brasil para melhor!


173- Com o trabalho do Ministro Sérgio Moro, prosseguem os recordes de apreensão de cocaína: 

12 toneladas de cocaína apreendidas em menos de 4 meses. O volume da droga apreendida entre 1/7 e 27/10 supera todo o primeiro semestre de 2019.

Investimento nas atividades de inteligência, aliado aos recursos humanos e tecnológicos são fundamentais.


174- Ministro da Infraestrutura confirma fim da taxa adicional cobrada na tarifa de embarque internacional. Medida tem como objetivo incentivar o mercado aéreo brasileiro e baratear ainda mais as passagens internacionais. Taxa adicional foi criada em 1999 para reduzir dívida pública.


Essa é uma das medidas que o governo cria para incentivar o setor de aviação civil e a entrada de novas empresas no setor. Objetivo é atrair também empresas internacionais na concorrência de voos domésticos. 


175- Aprovado na Câmara e faltando o Senado: Acordo de Salvaguardas Tecnológicas no Maranhão, pelo Congresso Nacional. Fora os bilhões de dólares que o Brasil conquistará, trabalho local, ampliações de aeroporto e porto beneficiarão diretamente a evolução daquela região! 


176- A economia do Brasil recebeu US$ 28 bilhões em investimentos estrangeiros nos primeiros seis meses de 2019. O resultado faz do governo Jair Bolsonaro o quarto principal destino do fluxo de capital entre os países do G-20, o grupo das maiores economias do mundo.


177- TCU autoriza - Bahia: concessão da Ferrovia Oeste-Leste, trecho Caetité-Ilhéus. 2• leilão de ferrovia de nosso Governo previsto para 1• semestre de 2020. Variação dos transportes modais favorecem à toda sociedade, desde barateamento dos produtos a consumidores e produtores.


178- O Ministério da Saúde , liberou R$ 2,8 milhões para dois hospitais universitários de Salvador. Os recursos fazem parte do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais. 


179- A Polícia Federal inaugura delegacia modelo de Investigação, Análise Financeira e Combate à corrupção do país. A unidade inova, institucionaliza e aperfeiçoa investigações, com menos burocracia, mais integração e efetividade no uso dos recursos tecnológicos na missão.


180- Fundo bilionário dos Emirados elevará investimentos no Brasil. “Estamos assistindo a uma transição para um ambiente incrivelmente amigável para investidores”, disse empresário árabe. Waleed Al Muhairi, vice-presidente do grupo Mubadala, pretende elevar investimentos no Brasil.


181- O Ministério do Desenvolvimento Regional financia R$ 268 milhões para modernizar e reparar serviços de saneamento básico em Campinas (SP). O recurso federal garante substituição de estruturas e melhora na eficiência do sistema de controle de perdas de água.


182- Em 10 meses de governo: MAIS DE 760 MIL EMPREGOS FORMAIS GERADOS; MENOS 22% DE ASSASSINATOS, quase 8 mil vidas salvas; MENOS DE 12% DE ESTUPROS. Estamos devolvendo a dignidade que a esquerda tirou dos brasileiros!


Importante ressaltar que permanecemos com o mesmo objetivo: colocar o Brasil em lugar destaque no mundo, respeitando a vontade de nossa sociedade majoritariamente conservadora e preservando os valores de nossa nação. 


183- O Ministério da Economia e o Sebrae lançaram o programa Mobilização pelo EMPREGO e PRODUTIVIDADE. Objetivo é levantar as reivindicações de empresários e gestores públicos para identificar os maiores entraves e aplicar medidas em prol do empreendedorismo. Mais resultados virão!


184- O Ministério da Educação anunciou premiação aos estudantes de graduação. Serão distribuídos R$ 5 milhões em prêmios. reconhecimento do desempenho dos alunos com elevado grau de competência.


185- O Ministro Canuto liberou Recursos à Universidade Federal de Viçosa (UFV) para aplicar nas áreas prioritárias que serão revitalizadas na região do Alto Araguaia. A ação faz parte do ‘Juntos pelo Araguaia’, lançado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, em junho.


186- O Exército participa de missão humanitária nas Américas e no Caribe onde catástrofes atingem países pobres com passagens de furacões e etc. São cerca de 2.500 atendimentos de tratamento de visão, 100 cirurgias, 2.500 atendimentos clínicos e 800 odontológicos em cada país.


187- O Ministério da Infraestrutura , junto com o DNIT e o Exército ,está semana, seguem as obras de reparos e pavimentação de asfalto em todo país, com velocidade acelerada. Como por exemplo, nas BR101/RJ, BR116/RS, BR304/RN, BR153/TO, BRs273 e 158/PR, BR316/PE e BR419/MS e muito mais.


188- No Ceará, o Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, entregou esta semana, 1.760 moradias. No mês passado, foram 1.568 em Rondônia. Neste ano, o MDR já destinou mais de R$300 milhões para o programa Minha Casa Minha Vida. Além de moradias, dezenas de milhares empregos gerados no setor.


189- Produtores de cervejas artesanais, que não param de crescer no Brasil, recebem boa notícia para facilitação de seu mercado e ampliação mais rápida de empregos. A criação da Câmara da Cerveja pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento , com objetivo de ouvir e atender as demandas deste setor.


O setor vem crescendo no Brasil e é o terceiro maior do mundo, com mais de 1.190 empresas registradas e produção de 14 bilhões de litros por ano. Faturamento de R$ 100 bilhões por ano e geração de 2,7 milhões de empregos. 


190- acordo firmado no Oriente Médio: Investimento na Baia de Angra dos Reis pode ser a nossa "Cancún". Servir à Pátria juntamente com os demais Poderes. A lado do povo faremos do Brasil uma grande Nação.


191- Com agora Lei 13886/19, que AGILIZA a venda e a utilização dos bens apreendidos do tráfico e permite imediato uso do dinheiro decorrente, veremos muito mais resultados.Os recursos  também serão utilizados para prevenção e repressão ao tráfico de drogas e tratamento de dependentes.


192- Governo Bolsonaro aumentará o alcance do bolsa atleta e com uma novidade, criando o bolsa atleta escolar.


193- O trabalho no combate ao derramamento de óleo criminoso, identificado no dia 2 de setembro, não para!


194- com o novo Decreto 10.080/19, a Ministra Tereza Cristina anunciou o pagamento de uma parcela do seguro-defeso em novembro para cerca de 60 mil pescadores artesanais afetados pelo vazamento de óleo no litoral do Nordeste. O governo federal vai destinar R$ 59,9 milhões para o pagamento.


195- Empresários do turismo no Nordeste terão acesso a uma linha de crédito especial de R$200 milhões para superar retração nas atividades causada pelo vazamento de óleo que atingiu praias da região.


196- BALANÇO DA OPERAÇÃO VERDE BRASIL: As multas aplicadas totalizaram R$ 141,9 milhões. A força-tarefa do governo não se limitou a combater incêndios, mas também atuou para apreender madeira ilegal e acabar com acampamentos clandestinos.


197- O Ministério do Desenvolvimento Regional liberou recursos ao Estado do Piauí para o fornecimento de água potável, em 38 municípios. Em MG, o município mineiro de Oliveira o recebe outros para construção de uma ponte de concreto danificada após a cidade ter sido atingida por chuvas intensas.


198- Indústria nacional cresceu 0,3% em setembro, segundo mês consecutivo de crescimento. Produção de veículos automotores teve alta de 4,3%. Na comparação com setembro de 2018, houve alta de 1,1%. Fonte: IBGE. Mais e mais sinais positivos na economia do Brasil.


199- Menor taxa de juros da história da democracia.


200- Universidade Federal de Jataí (UFJ), Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (Ufape), Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar) e Universidade Federal de Catalão (UFCat). 


201- Nenhum caso de corrupção no governo.


na tela ou dvd

  • 12 Horas até o Amanhecer
  • 1408
  • 1922
  • 21 Gramas
  • 30 Minutos ou Menos
  • 8 Minutos
  • A Árvore da Vida
  • A Bússola de Ouro
  • A Chave Mestra
  • A Cura
  • A Endemoniada
  • A Espada e o Dragão
  • A Fita Branca
  • A Força de Um Sorriso
  • A Grande Ilusão
  • A Idade da Reflexão
  • A Ilha do Medo
  • A Intérprete
  • A Invenção de Hugo Cabret
  • A Janela Secreta
  • A Lista
  • A Lista de Schindler
  • A Livraria
  • A Loucura do Rei George
  • A Partida
  • A Pele
  • A Pele do Desejo
  • A Poeira do Tempo
  • A Praia
  • A Prostituta e a Baleia
  • A Prova
  • A Rainha
  • A Razão de Meu Afeto
  • A Ressaca
  • A Revelação
  • A Sombra e a Escuridão
  • A Suprema Felicidade
  • A Tempestade
  • A Trilha
  • A Troca
  • A Última Ceia
  • A Vantagem de Ser Invisível
  • A Vida de Gale
  • A Vida dos Outros
  • A Vida em uma Noite
  • A Vida Que Segue
  • Adaptation
  • Africa dos Meus Sonhos
  • Ágora
  • Alice Não Mora Mais Aqui
  • Amarcord
  • Amargo Pesadelo
  • Amigas com Dinheiro
  • Amor e outras drogas
  • Amores Possíveis
  • Ano Bissexto
  • Antes do Anoitecer
  • Antes que o Diabo Saiba que Voce está Morto
  • Apenas uma vez
  • Apocalipto
  • Arkansas
  • As Horas
  • As Idades de Lulu
  • As Invasões Bárbaras
  • Às Segundas ao Sol
  • Assassinato em Gosford Park
  • Ausência de Malícia
  • Australia
  • Avatar
  • Babel
  • Bastardos Inglórios
  • Battlestar Galactica
  • Bird Box
  • Biutiful
  • Bom Dia Vietnan
  • Boneco de Neve
  • Brasil Despedaçado
  • Budapeste
  • Butch Cassidy and the Sundance Kid
  • Caçada Final
  • Caçador de Recompensa
  • Cão de Briga
  • Carne Trêmula
  • Casablanca
  • Chamas da vingança
  • Chocolate
  • Circle
  • Cirkus Columbia
  • Close
  • Closer
  • Código 46
  • Coincidências do Amor
  • Coisas Belas e Sujas
  • Colateral
  • Com os Olhos Bem Fechados
  • Comer, Rezar, Amar
  • Como Enlouquecer Seu Chefe
  • Condessa de Sangue
  • Conduta de Risco
  • Contragolpe
  • Cópias De Volta À Vida
  • Coração Selvagem
  • Corre Lola Corre
  • Crash - no Limite
  • Crime de Amor
  • Dança com Lobos
  • Déjà Vu
  • Desert Flower
  • Destacamento Blood
  • Deus e o Diabo na Terra do Sol
  • Dia de Treinamento
  • Diamante 13
  • Diamante de Sangue
  • Diário de Motocicleta
  • Diário de uma Paixão
  • Disputa em Família
  • Dizem por Aí...
  • Django
  • Dois Papas
  • Dois Vendedores Numa Fria
  • Dr. Jivago
  • Duplicidade
  • Durante a Tormenta
  • Eduardo Mãos de Tesoura
  • Ele não está tão a fim de você
  • Em Nome do Jogo
  • Encontrando Forrester
  • Ensaio sobre a Cegueira
  • Entre Dois Amores
  • Entre o Céu e o Inferno
  • Escritores da Liberdade
  • Esperando um Milagre
  • Estrada para a Perdição
  • Excalibur
  • Fay Grim
  • Filhos da Liberdade
  • Flores de Aço
  • Flores do Outro Mundo
  • Fogo Contra Fogo
  • Fora de Rumo
  • Fuso Horário do Amor
  • Game of Thrones
  • Garota da Vitrine
  • Gata em Teto de Zinco Quente
  • Gigolo Americano
  • Goethe
  • Gran Torino
  • Guerra ao Terror
  • Guerrilha Sem Face
  • Hair
  • Hannah And Her Sisters
  • Henry's Crime
  • Hidden Life
  • História de Um Casamento
  • Horizonte Profundo
  • Hors de Prix (Amar não tem preço)
  • I Am Mother
  • Inferno na Torre
  • Invasores
  • Irmão Sol Irmã Lua
  • Jamón, Jamón
  • Janela Indiscreta
  • Jesus Cristo Superstar
  • Jogo Limpo
  • Jogos Patrióticos
  • Juno
  • King Kong
  • La Dolce Vitta
  • La Piel que Habito
  • Ladrões de Bicicleta
  • Land of the Blind
  • Las 13 Rosas
  • Latitude Zero
  • Lavanderia
  • Le Divorce (À Francesa)
  • Leningrado
  • Letra e Música
  • Lost Zweig
  • Lucy
  • Mar Adentro
  • Marco Zero
  • Marley e Eu
  • Maudie Sua Vida e Sua Arte
  • Meia Noite em Paris
  • Memórias de uma Gueixa
  • Menina de Ouro
  • Meninos não Choram
  • Milagre em Sta Anna
  • Mistério na Vila
  • Morangos Silvestres
  • Morto ao Chegar
  • Mudo
  • Muito Mais Que Um Crime
  • Negócio de Família
  • Nina
  • Ninguém Sabe Que Estou Aqui
  • Nossas Noites
  • Nosso Tipo de Mulher
  • Nothing Like the Holidays
  • Nove Rainhas
  • O Amante Bilingue
  • O Americano
  • O Americano Tranquilo
  • O Amor Acontece
  • O Amor Não Tira Férias
  • O Amor nos Tempos do Cólera
  • O Amor Pede Passagem
  • O Artista
  • O Caçador de Pipas
  • O Céu que nos Protege
  • O Círculo
  • O Circulo Vermelho
  • O Clã das Adagas Voadoras
  • O Concerto
  • O Contador
  • O Contador de Histórias
  • O Corte
  • O Cozinheiro, o Ladrão, Sua Mulher e o Amante
  • O Curioso Caso de Benjamin Button
  • O Destino Bate a Sua Porta
  • O Dia em que A Terra Parou
  • O Diabo de Cada Dia
  • O Dilema das Redes
  • O Dossiê de Odessa
  • O Escritor Fantasma
  • O Fabuloso Destino de Amelie Poulan
  • O Feitiço da Lua
  • O Fim da Escuridão
  • O Fugitivo
  • O Gangster
  • O Gladiador
  • O Grande Golpe
  • O Guerreiro Genghis Khan
  • O Homem de Lugar Nenhum
  • O Iluminado
  • O Ilusionista
  • O Impossível
  • O Irlandês
  • O Jardineiro Fiel
  • O Leitor
  • O Livro de Eli
  • O Menino do Pijama Listrado
  • O Mestre da Vida
  • O Mínimo Para Viver
  • O Nome da Rosa
  • O Paciente Inglês
  • O Pagamento
  • O Pagamento Final
  • O Piano
  • O Poço
  • O Poder e a Lei
  • O Porteiro
  • O Preço da Coragem
  • O Protetor
  • O Que é Isso, Companheiro?
  • O Solista
  • O Som do Coração (August Rush)
  • O Tempo e Horas
  • O Troco
  • O Último Vôo
  • O Visitante
  • Old Guard
  • Olhos de Serpente
  • Onde a Terra Acaba
  • Onde os Fracos Não Têm Vez
  • Operação Fronteira
  • Operação Valquíria
  • Os Agentes do Destino
  • Os Esquecidos
  • Os Falsários
  • Os homens que não amavam as mulheres
  • Os Outros
  • Os Românticos
  • Os Tres Dias do Condor
  • Ovos de Ouro
  • P.S. Eu te Amo
  • Pão Preto
  • Parejas
  • Partoral Americana
  • Password, uma mirada en la oscuridad
  • Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas
  • Perdita Durango
  • Platoon
  • Poetas da Liberdade
  • Polar
  • Por Quem os Sinos Dobram
  • Por Um Sentido na Vida
  • Quantum of Solace
  • Queime depois de Ler
  • Quero Ficar com Polly
  • Razão e Sensibilidade
  • Rebeldia Indomável
  • Rock Star
  • Ronin
  • Salvador Puig Antich
  • Saneamento Básico
  • Sangue Negro
  • Scoop O Grande Furo
  • Sem Destino
  • Sem Medo de Morrer
  • Sem Reservas
  • Sem Saída
  • Separados pelo Casamento
  • Sete Vidas
  • Sexo, Mentiras e Vídeo Tapes
  • Silence
  • Slumdog Millionaire
  • Sobre Meninos e Lobos
  • Solas
  • Sombras de Goya
  • Spread
  • Sultões do Sul
  • Super 8
  • Tacones Lejanos
  • Taxi Driver
  • Terapia do Amor
  • Terra em Transe
  • Território Restrito
  • The Bourne Supremacy
  • The Bourne Ultimatum
  • The Post
  • Tinha que Ser Você
  • Todo Poderoso
  • Toi Moi Les Autres
  • Tomates Verdes Fritos
  • Tootsie
  • Torrente, o Braço Errado da Lei
  • Trama Internacional
  • Tudo Sobre Minha Mãe
  • Últimas Ordens
  • Um Bom Ano
  • Um Homem de Sorte
  • Um Lugar Chamado Brick Lane
  • Um Segredo Entre Nós
  • Uma Vida Iluminada
  • Valente
  • Vanila Sky
  • Veludo Azul
  • Vestida para Matar
  • Viagem do Coração
  • Vicky Cristina Barcelona
  • Vida Bandida
  • Voando para Casa
  • Volver
  • Wachtman
  • Zabriskie Point